Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

União dos municípios da Serra origina observatório para monitorar situação da Covid-19 na região

Baixar Áudio por Daniel Lucas Rodrigues

O Observatório Regional da Saúde MacroSerra foi lançado nesta semana por entidades serranas

Foto: Andréia Copini/Divulgação

Entidades da Serra Gaúcha lançaram na quarta-feira (24/06) o Observatório Regional da Saúde MacroSerra, em uma videoconferência realizada com os prefeitos da região. O grupo de pesquisa tem o objetivo de compilar diariamente os 11 indicadores do modelo de distanciamento do governo estadual, para que os líderes dos 49 municípios da Serra criem políticas sanitárias para evitar o avanço da doença e uma mudança na cor da bandeira. O trabalho foi uma iniciativa da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne), da Universidade de Caxias do Sul (UCS), dos coredes regionais, em parceria com outras instituições empresariais e ligadas à saúde.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, a coordenadora do Laboratório de Bioinformática e Biologia da UCS, professora doutora Scheila de Avila e Silva, explica que apenas a universidade está à frente desse recolhimento dos dados fornecidos pelo estado. Segundo ela, a equipe realizará a observação diária dos indicadores, a fim de analisar quais pontos estão críticos para a região, como um possível aumento de óbitos ou de ocupação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI). A partir dessa investigação, serão apontadas quais medidas que a Serra Gaúcha ou determinadas cidades devem tomar em relação ao novo coronavírus, para não retornar à bandeira vermelha.

A ideia é disponibilizar um dashboard no site dos coredes para a população ter acesso. As informações serão registradas após a divulgação das 17h feita pela Secretaria Estadual da Saúde (SES). Com o tempo, Scheila afirma que será criado um histórico das atualizações da Covid-19 na região, formando um banco de dados que dará a possibilidade de projetar o panorama da Serra durante a semana. Isso fará com que os prefeitos consigam adiantar suas políticas de saúde, tornando-as mais efetiva para o combate da doença.

Ela adianta que não consegue prever ainda em qual bandeira a região de Caxias do Sul estará, porém antecipa que o indicador referente ao número de óbitos teve uma piora.

O Observatório Regional de Saúde Macro Serra também conta com o apoio da CICS Serra e da 5ª Coordenadoria Regional de Saúde (5ªCRS).

A entrevista completa com a professora doutora Scheila de Avila e Silva está disponível na aba “Ouvir Notícia”.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Garibaldi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais