Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

São 3.303 alunos na Rede Municipal de Ensino de Garibaldi que retomam as aulas neste dia 1/09

por Denise Furlanetto
Foto: Divulgação

A Rede Municipal de Ensino de Garibaldi é formada pelo Ensino de Educação Infantil (antigas creches), Ensino Fundamental e EJA. São 3.303 alunos que fazem parte deste universo que em 1º/09 retomam as aulas de forma presencial, em 100%.  Segundo a secretária de Educação, Beatriz Arregui, cada dia que passa cresce o número alunos que buscam a rede municipal, devido a migração que é diária no município.

A Ciência avançou bastante em relação a infecção do coronavírus, o que dá tranquilidade e segurança para o retorno de forma integral com todos os cuidados para evitar o contágio. Os professores e profissionais da educação foram vacinados. Infelizmente, diz a secretária, uma minoria, não se vacinou. Alguns por problemas de saúde e outros por recusa. Esta decisão pode acarretar num prejuízo coletivo. A não vacinação  dificulta o retorno do trabalho presencial desses profissionais. Voltar ao trabalho é um dever.

Para esses profissionais que se recusam a imunização, o jurídico está buscando um embasamento do que é possível fazer. Na iniciativa privada, por exemplo, trabalhadores que se recusam a tomar vacina contra a Covid-19 devem estar cientes de que podem ser demitidos por justa causa. Em julho, o TRT de São Paulo confirmou a modalidade de demissão para uma auxiliar de limpeza de um hospital de São Caetano do Sul que se recusou a ser imunizada.  A Rede Municipal conta com 202 profissionais, sendo seis que não querem se imunizar, conforme levantamento da Secretaria Municipal de Educação.

Outro assunto tratado pela secretária é o programa Alfabeletrando numa parceria com a Univates para auxiliar as crianças que estão com alguma defasagem de ensino. “Este é um programa de excelência para auxiliar os alunos do primeiro ao quarto ano do Ensino Fundamental e nunca é tarde na busca de melhorias na educação”, diz a secretária.

Professores contratados foram treinados para atender os alunos, em um laboratório de aprendizagem. Este programa de reabilitação pedagógica irá funcionar na Escola Santo Antônio e atenderá 200 alunos. As crianças passaram por uma avaliação e aquelas que não apresentaram alguma habilidade e competência prevista para o ano estão inseridas farão parte deste programa. As crianças não foram escolhidas, mas avaliadas e tudo será recuperado, dentro deste plano de ação, complementa a secretária.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Garibaldi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais