Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
18:00:00
Encontro Certo
19:00:00
 
 

PSDB de Soledade recebe indicação de novo coordenador da 25ª CRE com surpresa e decepção

Baixar Áudio por Nayam Franco

Fato de não ser do PSDB e nem da região de Soledade, não agradou muito os peessedebistas de Soledade

Foto: Mariana Teixeira/Folha de Soledade

A situação do PSDB de Soledade após derrotas em praticamente todos os cargos políticos do município ficou pior nesta segunda-feira, 26/08, com a indicação do novo coordenador da 25ª Coordenadoria Regional da Educação com sede em Soledade, do MDB de Santa Maria, professor Alaor Baptista Chagas, que seria um escolha técnica do governo.

Para o presidente do partido em Soledade, Luiz Carlos Vizzoto, a notícia foi recebida como uma surpresa muito grande pelos filiados do PSDB em Soledade.

"Nada contra essa pessoa, com certeza é qualificadíssima, mas tinham pessoas aqui da comunidade que passaram todas as etapas do mesmo processo e são da nossa região, a gente estava aguardando que estava sendo um dos três e nos decepcionamos", contou.

Vizzoto afirmou ainda que foi com uma grande surpresa que descobriu que o indicado é filiado ao MDB e teria concorrido ao cargo de deputado estadual na eleição de 2018, o que não é verdade. Alaor não era um dos candidatos do MDB nas últimas eleições, nem concorreu a nenhum cargo público anteriormente.

Quanto a força política de Soledade, o presidente da sigla no município fez severas críticas aos deputados que deveriam representar a região e não o teriam feito. "A força política da região se reflete nos deputados e nós não tivemos essa força política; nosso presidente estadual é de Passo Fundo, deputado Mateus Wesp, e infelizmente não fez nada por Soledade, não trabalhou por Soledade e não se dedicou por Soledade", criticou Vizzoto.

Ele ainda acrescentou que para ele não foi uma decepção, mas que com certeza para os votantes em Wesp se decepcionaram com a situação enfrentada do partido não ter força perante ao governo.  "Talvez ele não tenha força. O Lucas Redecker talvez não tenha força. O presidente estadual do partido não fez nada por Soledade", pontuou.

Mesmo com a "derrota" nas indicações para os cargos vistos como políticos em Soledade, como o novo coordenador da 18ª Supervisão da Agricultura em Soledade, Adelar Jandrey; o FGTAS/Sine de Soledade com indicação de Antônio Carlos Ractz pelo PSB e agora com Alaor Baptista Chagas como novo coordenador da 25ª CRE com sede em Soledadeindicação técnica, mas com ligação ao MDB, Vizzoto não vê o PSB Soledade enfraquecido.

"Não vejo como enfraquecido, nós estamos fortes em Soledade, um partido que está com grande possibilidades de chegar a administração municipal na próxima eleição, as pessoas que estão no PSDB estão trabalhando para o fortalecer em Soledade, e é isso que está acontecendo", declarou Vizzoto salientando ainda que poderá ser feita uma reunião com os filiados a fim de discutir que decisão será tomada e que todos estão decepcionados, mas não enfraquecidos.

Quanto a possível precipitação na divulgação no nome de Henriette Dalla Vecchia como nova coordenadora, o que havia sido feito pelo PSDB após a indicação dela pelo partido ao governo do estado, Vizzoto explicou que não houve, em momento algum, precipitação.

"Nós fomos solicitados numa quinta à noite pelo secretário Faisal (Faisal Karam, secretário Estadual da Educação) que no outro dia nós estivéssemos em Porto Alegre com as indicações. Na sexta-feira todos os nomes tinham que estar na mesa, mas nós já tínhamos todos os nomes preparados", contou Vizzoto acrescentando que o PSDB de Soledade não se precipitou. "Nós nunca nos precipitamos, nós fizemos o que foi solicitado por Porto Alegre.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cristal

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais