Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Aplicativo da Brigada Militar promete aprimorar trabalho policial

por Rudimar Galvan
Foto: Divulgação

A inovação é a mais nova aliada no combate ao crime no Rio Grande do Sul. A Brigada Militar aproveitou o Seminário Internacional de Polícia Comunitária, que abriu nesta terça-feira e encerra nesta quarta-feira, na PUC, em Porto Alegre, para apresentar oficialmente o BMMob, o aplicativo que está agilizando o trabalho de seus policiais nas ruas.

A ferramenta viabiliza o registro de boletins de ocorrência e termos circunstanciados direto em smartphones e tablets, o que diminui em até cinco vezes o tempo de atendimento, além de eliminar o uso de papel e facilitar o trabalho dos policiais.

A ferramenta foi desenvolvida para dispositivos do sistema Android, do Google, e está disponível para download pelos policiais militares na Play Store, na loja da Companhia de Processamento de Dados do Estado (Procergs). O aplicativo foi entregue em 2018 e durante este período, que serviu também para efetuar ajustes, foi possível implementar o uso em praticamente todo estado.

O app é de fácil utilização. Nos boletins de ocorrência, por exemplo, o endereço do fato é preenchido facilmente por meio de georreferenciamento obtido pelo GPS. Também tem o autopreenchimento de campos através da inserção de RGs e placas de veículos. Mas engana-se quem acha que o aplicativo é um mero formulário eletrônico. A solução possibilita ainda a consulta a indivíduos, placas e armas.

As fotos, vídeos e áudios captados no momento do atendimento da ocorrência também podem ser registrados pelo policial militar no BMMob e transmitidos para o Sistema de Informações Operacionais da Brigada Militar (Siop), ficando anexados à ocorrência para auxiliar a investigação.

O aplicativo ainda otimiza o serviço dos policiais militares que atuam nos cartórios das unidades da Brigada. Anteriormente, todas comunicações de ocorrência e termos circunstanciados confeccionados fisicamente tinham que ser digitados nos cartórios. Hoje, com o BMMob, a documentação é feita digitalmente pelo policial militar na rua, transmitida para o Siop nos cartórios, onde passa apenas por revisão e conferência.

 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cacique

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais