Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Ocorrências de fogo em vegetação preocupam bombeiros de Garibaldi e Carlos Barbosa

por Denise Furlanetto

A mais recente ocorrência se deu em Carlos Barbosa, na linha Coblens

Foto: Divulgação

O fogo em vegetação é um problema recorrente no verão. Mas a maioria destas situações poderiam ser evitadas com a consciência das pessoas. O calor aliado a pouca umidade e falta de chuva, somado a imprudência do ser humano têm exigido o trabalho dos bombeiros. Nesta segunda-feira, os bombeiros de Carlos Barbosa foram chamados para atender a um incêndio florestal na comunidade de Coblens. Os bombeiros encaminharam um vídeo mostrando a dificuldade que eles têm para chegar aos locais de incêndio. Estradas de roça, estreitas que por vezes só se consegue acessar com moto, o que dificulta o deslocamento do caminhão de incêndio.

Tanto a corporação de Carlos Barbosa como de Garibaldi contam com viaturas especiais para atender estas situações que são caminhões provenientes do Exército Brasileiro e que foram transformados para esta finalidade, carregados com caixas d’água na parte da carroceria, totalizando 2 mil litros, além do motor com uma bomba. Mas mesmo assim, em alguns locais existe dificuldade de chegar com a viatura. Eles alertam a comunidade para que evite queima de vegetação rasteira, de lixo e de descarte de galhos que é feita agora para limpeza dos terrenos. As pessoas têm que ter consciência que o fogo pode se alastrar e atingir áreas que possam fugir ao controle. 

Quando as pessoas fazem limpeza nos terrenos colocam fogo nos resíduos ou fazem queimadas controladas. Mas, com a falta de umidade e vento, foge ao controle. Essa é uma das principais causas de incêndios, mas não a única. Pode acontecer com descarte de fontes de ignição, como cigarros que são jogados nas estradas próximas à vegetação. As causas naturais, como raios ou aquecimento por fonte de calor podem acontecer, mas são raras. Geralmente o incêndio em vegetação tem causa humana.

Os bombeiros Márcio Saldanha e Daniel Borsói, comandante e subcomandante dos Bombeiros Voluntários de Garibaldi  lembram que no ano passado foram 1586 atendimentos, sendo destes 118 de incêndio.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Garibaldi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais