Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Região de Passo Fundo da qual pertence Soledade permanece na Bandeira Vermelha no Distanciamento Controlado

por Marcus Vinicius Prates de Souza

Das 20 regiões do Distanciamento Controlado, apenas duas foram classificadas com bandeira laranja (risco médio) no mapa preliminar da 11ª rodada, divulgado nesta sexta-feira

90% do Estado apresenta alto risco para disseminação do coronavírus
Foto: Divulgação

O agravamento da pandemia deixou em vermelho quase todo o Rio Grande do Sul. Das 20 regiões do Distanciamento Controlado, apenas duas foram classificadas com bandeira laranja (risco médio) no mapa preliminar da 11ª rodada, divulgado nesta sexta-feira (17/7). Significa que 90% do Estado apresenta alto risco para disseminação de coronavírus e ocupação de leitos. As bandeiras definitivas serão divulgadas na segunda-feira (20/7).

Nesta semana, o Estado havia ficado dividido: 10 regiões em vermelho e 10 em laranja. Na nova rodada, apenas a região de Pelotas apresentou melhora nos indicadores suficiente para ter regressão na bandeira, passando de vermelha para a laranja. Bagé foi a única que permaneceu no mesmo nível, com cor laranja.

Nove regiões apresentaram piora nos indicadores com relação à semana anterior. Cruz Alta, Erechim, Lajeado, Ijuí, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Santa Rosa, Santo ngelo e Uruguaiana saíram da bandeira laranja para a vermelha, juntando-se a Porto Alegre, Canoas, Cachoeira do Sul, Capão da Canoa, Caxias do Sul, Novo Hamburgo, Palmeira das Missões, Passo Fundo e Taquara, que já estavam com risco alto.

A região de Pelotas esteve por duas semanas consecutivas em bandeira vermelha, o que a enquadraria na trava de segurança. Porém, a região teve seu recurso da décima semana deferido pelo Gabinete de Crise, o que levou à mudança na regra da trava de segurança para regiões que apresentarem melhorias consistentes em seus indicadores. A melhora deve ser claramente observada tanto no controle sobre o avanço da doença, como na estrutura de atendimento. Sendo assim, ainda que tenha apresentado duas bandeiras vermelhas em um período de 21 dias, a região de Pelotas pode reduzir seu nível de risco para a bandeira laranja.

Com isso, 469 municípios (do total de 497) estarão preliminarmente classificados em bandeira vermelha, somando 10.273.823 habitantes, ou seja, 91% da população gaúcha (11.329.605 habitantes).

Deste total, 270 cidades e seus 1.735.262 habitantes (15,3% da população) podem adotar protocolos de bandeira laranja, porque cumprem os critérios da Regra 0-0, ou seja, não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias, desde que a prefeitura crie um regulamento local.

Os pedidos de reconsideração serão avaliados pelas equipes técnicas do governo. A decisão será tomada pelo Gabinete de Crise na segunda-feira (20/7) e, à tarde, o mapa definitivo, vigente a partir de terça (21/7), será divulgado.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cristal

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais