Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Secretaria de educação de Soledade espera definições do governo estadual para a retomada das aulas

por Marcus Vinicius Prates de Souza

Alunos da rede municipal de educação continuam recebendo seus kits de alimentação

Ádria Brum de Azambuja
Foto: Tua Rádio Cristal

Mesmo diante da possibilidade do retorno das aulas nas escolas públicas e privadas do Rio Grande do Sul, decisão esta que deverá ser tomada pelo governador Eduardo leite, nesta sexta-feira, 15/06, e se de fato acontecer, será de forma gradual, alternando entre atividades presenciais e de ensino a distância.

Sabedora desta situação, a secretária municipal de educação e cultura de Soledade, Ádria Brum de Azambuja, destacou em entrevista à Tua Rádio Cristal na manhã desta quarta-feira, 13/05, que sua equipe de trabalho projeta o retorno das atividades nas escolas municipais, observando todos os protocolos de saúde já editados, sempre cumprindo as regras impostas e especialmente norteados pelos decretos estaduais.

A secretária informou que vem realizando periodicamente reuniões on-line com os diretores dos educandários, no intuito de manter contato permanente para que todos fiquem informados das ações que estão sendo desenvolvidas na SMEC.

Ainda em relação ao retorno das aulas, Ádria foi taxativa em dizer que quando isso ocorrer tem que ser de maneira gradativa e segura, no entanto, conforme a coordenadora educacional, ainda não há nenhuma definição de calendário para a volta das atividades curriculares.

Enquanto as indefinições permanecerem, secretária Ádria informou que a distribuição de kits de alimentos para os alunos carentes das escolas municipais estão ocorrendo semanalmente naqueles educandários onde existem os gêneros alimentícios, para as demais, o prazo é um pouco maior em virtude de ter que adquirir alguns itens em falta.

A entrega das cestas é feita pela direção da escola e por vezes algum familiar busca no local onde o filho ou os filhos estudam.

Em se tratando de educação infantil, a quantidade de alimentos sempre é enviada a mais do que a criança consumiria na escola. A distribuição é feita apenas para aqueles alunos onde os pais estão inscritos no programa Bolsa Família.

Ouça a entrevista com Ádria Brum de Azambuja, na íntegra, no player de áudio acima.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cristal

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais