Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Justiça determina afastamento de agentes e delegados penitenciários em Passo Fundo

por Ricardo Silva

Presos teriam sido submetidos a maus tratos e tortura

Foto: Divulgação/Imprensa TJRS

O Juiz de Direito Alan Peixoto de Oliveira, da Vara de Execução Criminal Regional (VEC) de Passo Fundo, decidiu pelo afastamento de Agentes e Delegados penitenciários da 4ª Delegacia Penitenciária Regional, do Instituto Penal de Passo Fundo (IPPF) e do Instituto Penal de Monitoramento Eletrônico, por supostas irregularidades, violações de direitos das pessoas privadas de liberdade e indícios de maus tratos e tortura.

A decisão foi tomada após a realização de diligências nos estabelecimentos penais de Passo Fundo, nos dias 20 e 21 de outubro, pelo magistrado da VEC e pelo Coordenador do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário do TJRS (GMF/TJRS), o Juiz-Corregedor Alexandre de Souza Costa Pacheco. A determinação ocorreu em caráter de urgência, para cumprimento imediato, a fim de evitar possíveis represálias aos presos do IPPF.

Foram ouvidos presos, servidores que atuam nos estabelecimentos prisionais, conselheiros da comunidade, Advogados e agentes penitenciários. Segundo relatado por vítimas e testemunhas, servidores teriam submetido pessoas privadas de liberdade em estabelecimentos prisionais de Passo Fundo a maus tratos e tortura, como castigos, isolamento, alimentação inadequada, agressões verbais e físicas, ameaças, intimidações, recusa a pedidos de medicamentos e de atendimento médico e jurídico.

Foi determinado o afastamento dos envolvidos nas denúncias do exercício da função pública, pelo período de 90 dias, "a fim de resguardar a vida e a integridade física e moral das pessoas recolhidas no IPPF, bem como para viabilizar a coleta da prova sem interferência dos suspeitos".

Confira a íntegra da decisão no link a seguir: Decisão

*TJRS

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Alvorada

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais