Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

"O produtor tem que pensar além da porteira", diz médica veterinária da Inspetoria de Defesa Agropecuária de Caxias do Sul

por Isadora Helena Martins

Luíza Virgínia Caon falou sobre o reconhecimento do RS como zona livre da febre aftosa sem vacinação, durante o programa No Ponto desta sexta-feira

Foto: Divulgação / Luiz Chaves

O Estado do Rio Grande do Sul deu mais um passo importante para fomento da agropecuária. A partir de setembro deste ano, os bovinos deixarão de ser vacinados contra a febre aftosa. Isso porque a Instrução Normativa (IN) 52, assinada pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina, na terça-feira (11), reconhece o Estado como zona livre de vacinação contra a febre aftosa.

Em Caxias do Sul, 40 mil bovinos deixarão de ser vacinados. Conforme a Fiscal Estadual Agropecuária e médica veterinária da Inspetoria da Defesa Agropecuária de Caxias do Sul, Luíza Virgínia Caon, o reconhecimento do Estado como livre da febre aftosa é apenas um passo. “Nós estamos em uma fase de transição. Esse reconhecimento é o primeiro passo. Diversos municípios foram auditados no ano passado e deu início a esse reconhecimento de zona livre de febre aftosa sem vacinação. Foi assinada pela ministra Tereza Cristina a Instrução Normativa que deu o reconhecimento nacional para o Rio Grande do Sul. Entretanto, temos outros passos a serem dados que o reconhecimento internacional, que é dado pela OIE, que está marcado para maio do ano que vem”, disse.

Ainda durante entrevista, Luíza explicou que o reconhecimento internacional do RS como zona livre de febre aftosa vai possibilitar que o Estado busque mais mercados para exportações. “Essa visão é bastante importante. Eu sempre insistia muito com os produtores para ter uma visão além-porteira, que é a visão do mercado e das exportações. Essa é a leitura do momento e estamos bastante comprometidos com esse passo a passo”. Ouça a entrevista completa AQUI.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais