Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Prefeito de Boa Vista do Sul e secretária falam sobre os investimentos em Saúde e divulgam novos procedimentos no posto de Saúde

Baixar Áudio por Denise Furlanetto
Foto: Divulgação

Assim como outros municípios, diante da pandemia, Boa Vista do Sul também elevou os gastos com Saúde. O prefeito Roberto Martin Shaeffer e a Secretária de Saúde e Assistência Social, Priscila Jornada, estiveram nos estúdios da Rádio Garibaldi para falar sobre a questão da saúde, no pós-pandemia e também para trazer uma orientação aos munícipes sobre a organização desta pasta em programas de prevenção, tratamento e recuperação, além de novos procedimentos no Posto de Saúde.

 Priscila assumiu esse desafio como secretária, em maio deste ano. Em sua manifestação, falou sobre a equipe médica que atua na UBS Central que conta com seis com especializações diversas, como  Pediatria, Ginecologia e outros.  A secretária diz que antigamente, no posto de saúde central não eram feitos alguns procedimentos comuns, como troca de curativos, soro ou medicação via venosa e que agora são oferecidos. Um dos procedimentos realizados na quinta-feira foi a retirada de um cisto de pele, exemplificou.

Ela orienta que a população, primeiro busque o atendimento no Posto de Saúde e, em caso de necessidade mais urgente e emergente a busca por atendimento no hospital São Pedro, instituição que prefeitura tem parceria. A prefeitura também dispõe de três respiradores para auxiliar aqueles que necessitam deste aparelho por algum motivo de saúde. Ainda dispõe de nova ambulância em caso de necessidade de transporte de um paciente em urgências. O horário de atendimento do Posto é das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17, de segunda a sexta.

A secretária pede a colaboração dos munícipes para que usem a estrutura da sede que conta com médicos, enfermeiros, realização de diversos procedimentos com todo o acompanhamento. O que ocorre, atualmente, é que os munícipes por qualquer situação estão buscando direto o hospital, elevando os gastos da prefeitura que quer investir em outras necessidades, como cirurgias eletivas que a demanda é grande.

Esta rotina dos pacientes de irem direto ao hospital e não utilizarem a estrutura existente, com excelentes profissionais médicos e enfermeiros, eleva exponencialmente o gasto com saúde, diz a secretária que pede que a população confie no atendimento no Posto de Saúde.

(áudio em ouça a entrevista) 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Garibaldi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais