Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
10:00:00
Gente Nossa
14:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Vereador questiona o preço de macacão adquirido pela prefeitura

por Denise Furlanetto

A proteção é usada para transporte de suspeitos e confirmados para a Covid-19

Foto: Divulgação

Em tempos de pandemia, a prefeitura logo no início do aparecimento dos primeiros casos em Garibaldi de coronavírus adquiriu um macacão para proteger um motorista que faz o transporte dos pacientes suspeitos com Covid-19 na ambulância da prefeitura.

É um único motorista que aceitou a fazer este serviço. Nem uma outra entidade está realizando, neste momento, este transporte em função do risco de infecção do coronavírus. Esse macacão foi adquirido pela prefeitura, não é descartável e inclusive com imagem da proteção no Facebook da Rádio Garibaldi.

O vereador Luiz Carlos Rodrigues, na segunda-feira, dia 27 de julho, no uso da Tribuna na Câmara de Vereadores questionou a compra deste macacão que considerou um preço elevado. O vereador assim se manifestou:

"Quero falar sobre a aquisição de um macacão ventilado para o motorista da ambulância. Esse macacão, eu recebi informações, teve o custo de R$ 4.200,00. Esse macacão é da NASA? Tem alguma coisa que não está fechando. Verifiquei preços e um macacão com proteção química e biológica, custa no máximo R$ 431. Para R$ 4 mil, não sei que tipo de macacão. Está no Portal da Transparência. Qualquer um pode ver".

A Secretaria Municipal de Saúde encaminhou resposta dizendo que foram feitos três orçamentos deste macacão de modelo diferenciado, com especificações especiais, com certificado de qualidade ISO em relação a proteção e resistência, bem como da ANVISA e ANIMASEG – Agência Nacional da Indústria de Material de Segurança e Proteção ao Trabalho.

Ele é ventilado, fecha toda a cabeça, com proteção total para que o motorista não seja infectado e que possa ser utilizado durante a pandemia. Possui inclusive uma entrada de ar para ser adaptado no ar condicionado do veículo, através da mangueira.

A compra seguiu o trâmite normal, de acordo com a legislação, em especial a Lei Federal 13.979/20, com autorização do Departamento Jurídico. Foram feitas três tomadas de preço com três empresas diferentes: uma apresentou valor de R$ 7.200,00; R$ 6.900 e R$ 4.200. Foi adquirido o macacão ventilado com a empresa Terra do Fogo de São Sebastião do Caí, no menor preço.

O funcionário da prefeitura, Valdecir Cavalli, fala sobre o seu uso e afirma que está à disposição 24 horas do dia para fazer este transporte e sente-se seguro para cuidar de outras pessoas, sem se infectar, porque também tem família

“Assim que me ligam eu faço o transporte do paciente, tanto do PAM para o hospital, como alta do hospital para casa e transferências. Estou à disposição 24h por dia. Tenho essa proteção para o transporte de casos confirmados. Esse macacão foi adquirido e é muito bom, porque além da minha proteção, oferece proteção para o paciente e família. É ventilado, fechado, resistente para uso durante toda a pandemia e pode ser lavado. É todo fechado não tem como a gente se contaminar com esse macacão que é especial, com entrada de ar e total segurança”, diz Valdecir.


 


 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Garibaldi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais