Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

Quero-Quero vende R$ 14 milhões em itens a preço de custo para atingidos por enchente

por Denise Furlanetto

Isso vale para quem foi atingido pela enchente e doações

Foto: Divulgação

A Rede gaúcha com 560 lojas, a Quero-Quero está vendendo 180 produtos a preço de custo, ou seja, sem margem de lucro, para consumidores atingidos pela enchente. Isso reduz em torno de 30% o preço normal. São fogões, geladeiras, camas, colchões, sofás, armários, portas, janelas, entre outros. São produtos das linhas voltadas às classes C e D. Para garantir um crédito mais barato, a Quero-Quero negociou com o Banco do Brasil um juro menor. Já foram vendidos R$ 14 milhões, para 6,2 mil pessoas, e não tem data para terminar a campanha.

Esta campanha, segundo o gerente da filial de Garibaldi, Mailson Eduardo Schanne, também aconteceu em Garibaldi para atingidos pela inundação e ainda está disponível para quem sofreu prejuízos e  deseja fazer doações.  O gerente tem duas tabelas de preço. A normal e a de custo. O cliente dá seu CEP, é verificado o que foi atingido e a empresa confia na honestidade da pessoa.  A campanha faz parte de um posicionamento da empresa de não lucrar em cima da necessidade das pessoas. Por ser de capital aberto, as projeções do mercado financeiro já a consideram como uma ação beneficiada na bolsa de valores com o valor do Auxílio Reconstrução liberado pelo governo federal.

A demanda por material de construção, segundo o executivo, demora mais do que a de eletrodomésticos e móveis. No auge das cheias, as equipes das lojas da Quero-Quero cozinhavam em casa para desabrigados. A empresa também transportou 600 toneladas de doações. Seu prejuízo foi pequeno, com apenas 12 lojas impactadas. O centro de distribuição, em uma parte alta de Sapiranga, ficou ileso.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Garibaldi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais