Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
06:30:00
Caminhos da Fé
08:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Garibaldi dá início às aulas na Educação Fundamental dia 1º de março

por Denise Furlanetto
Foto: Divulgação

A Rede Municipal de Ensino de Garibaldi conta com 14 escolas, sendo seis de Educação Infantil e oito de Educação Fundamental. O retorno das atividades da Educação Infantil  (0 a 3 anos) ocorreu no dia primeiro de fevereiro com escalonamento de 50% em cada turno, mas com ampliação do horário de atendimento.

Na Educação Infantil, no final do ano passado, diante da pandemia eram atendidas as crianças por quatro horas. A necessidade neste ano é de que se retornasse com o atendimento no maior horário possível, seguindo os protocolos de saúde.  Pensando nisso e para melhorar o horário de entrega e busca das crianças, segundo a secretária de Educação, Beatriz Arregui Sopelsa, foram ampliados os horários dos dois turnos com seis horas em cada turno: das 6h30min às 12h15 e das 12h45min às 18h15min.  Durante o intervalo dos dois turnos a escolinhas passam por higienização. As antigas creches estão acomodando, nestes dois turnos, 486 crianças.

Até os dois anos, por recomendação da Associação Brasileira de Pediatria, as  crianças não devem usar máscaras. Somente a partir dos dois anos há possibilidade de seu uso, exigindo assim muito mais cuidado.

Na última segunda-feira, foi publicado o decreto do Governo do Estado da flexibilização do teto mínimo de ocupação das salas de aula desde que tenham o distanciamento de 1,5 metros entre os alunos. O que mudou neste decreto, segundo a secretária, é o teto mínimo de 50%, mas com esse distanciamento,   na prática, não auxiliou na mudança já programada de atender 50% presencial e 50% remota.

Como as salas atuais em escolas e com o aumento no crescimento de procura, diz a secretária, para manter o distanciamento a ocupação possível é de 50% dos alunos. Assim, foram divididas as turmas em grupo 1 e grupo 2, onde numa semana, o grupo 1 irá para a escola e na outra o 2.

Quando encerra a semana do grupo 1 já são entregues os trabalhos para a semana seguinte em que o aluno irá trabalhar em casa. As famílias assinarão um Termo de Ciência se desejam que seu filho volte presencialmente ou não. A escola é segura, diz a secretária, porque serão obedecidos todos os protocolos de higienização. A criança terá a temperatura verificada e será utilizado o álcool em gel para a higienização das mãos. Os protocolos adotados estão sendo aprovados e avaliados pelo COE Municipal- Centro de Operações de Emergência em Saúde e Educação.

As crianças que tiverem alguma comorbidade e não poderão ir para a escola serão classificadas no grupo três que terão atividades em casa e também horário para se comunicar com o professor.

"Como  existia a vontade de fazer um retorno integral e até diante da necessidade das famílias, a administração municipal solicitou um esforço para retornar o atendimento no máximo de horas possíveis. A partir desta solicitação, foi estudada uma forma de atender da melhor forma possível. Assim foi conseguido ampliar  o horário das crianças nas escolinhas, nos dois turnos. Quanto ao Ensino Fundamental, constatou-se que neste ano aumentou a procura de matrículas de alunos e não seria possível voltar com 100% de presencialidade, diante das estruturas das salas. Assim, decidiu-se atender 50% presencial e 50% de forma remota. E as  atividades para serem executadas na semana remota serão entregues em papel no último dia da semana de aula", destaca a secretária.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Garibaldi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais