Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Educação: vereador diz que pais solicitam a volta integral das creches

Baixar Áudio por Denise Furlanetto
Foto: Divulgação

O governo do Estado estabeleceu que escolas que conseguirem um espaçamento mínimo de 1 metro e meio entre cada estudante em sala de aula possam retornar às aulas presencialmente. Caso conseguirem manter esta regra, não há limite no teto de estudantes em sala de aula. Esta flexibilização foi publicada na segunda-feira.

O Sindicato do Ensino Privado solicitou a redução do espaço de 1,5 para 1,2 metros, mas foi rejeitado pelo gabinete de crise do governo do Estado que dá a última palavra sobre os protocolos para enfrentamento do coronavírus no Rio Grande do Sul.

Em Garibaldi, o Colégio Sagrado Coração de Jesus voltou as atividades com todos os cuidados e a maior parte das turmas terão aulas presenciais o tempo todo. Isto acontece para o Ensino Infantil a partir dos 3 anos até o sexto ano. Do sexto ano até o Ensino Médio, as aulas serão híbridas, com 50% em sala de aula e outros 50% em casa com acompanhamento da aula de forma simultânea.

Há uma movimentação de pais para que a escola disponibilize de salas maiores e que receba todas as turmas presencialmente, adotando todos os cuidados que é a permanência o tempo todo com máscara em sala de aula e a higienização das mãos.

Na rede municipal, no início do mês de fevereiro, retornaram as creches com acolhimento de 50% no turno da manhã e 50% no turno da tarde. Ocorreu ampliação do horário de atendimento às crianças de 0 a 3 anos, nas seis Escolas de Educação Infantil, que foi das 6h30 às 12h15 e das 12h45 às 18h15. Ainda não há uma definição de como será o retorno do Ensino Fundamental das escolas municipais.

O retorno do ano letivo foi um dos assuntos debatidos ontem, na Câmara de Vereadores. O vereador Arnaldo Seganfredo disse que foi procurado por dois casais que têm filhos em creches e que trabalham fora do município. Eles pedem a volta do turno integral para as crianças, porque têm dificuldade em encontrar um local para deixar os filhos no outro turno. É um desafio também o controle das crianças, diz o vereador, para que adote todos os cuidados para evitar a contaminação do coronavírus.

O acolhimento de todos os alunos em sala de aula, com a retirada do teto mínimo para ocupação, desde que haja o distanciamento de 1 metro e meio é um desafio, diz a vereadora Cíntia Chesini. Segundo ela, com a atual estrutura das escolas será difícil se cumprir esta medida e voltar com 100% de presencialidade.

(participação dos vereadores em escute a notícia)

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Garibaldi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais