Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Garibaldi supera cenário da pandemia com aumento de empresas e empregos, aponta 22º Balanço Econômico

Baixar Áudio por Denise Furlanetto
Foto: Divulgação

Enfrentando todas as adversidades que a pandemia do novo Coronavírus trouxe para o setor empresarial, a 22ª edição do Balanço Econômico de Garibaldi demonstra que as empresas encerraram 2020 com resultados expressivos.
O ano encerrou com a maior geração de empregos dos últimos cinco anos, acumulando 7.219 admissões, contra 6.823 desligamentos, o que deixou um saldo positivo de 396 postos de trabalho. No ano passado também houve a abertura de 708 empresas, contra 275 que fecharam.


O lançamento da publicação, que tem a realização da CIC em a parceria com a Prefeitura de Garibaldi, Universidade de Caxias do Sul e escritórios contábeis da cidade, foi realizada na manhã de quinta-feira, 14 de outubro, na sede da entidade. 


A revista, que terá sua distribuição impressa para os associados da CIC e CDL, também pode ser consultada em sua versão online no site www.cicgaribaldi.com.br. A 22ª edição da publicação apresenta os dados de 95 empresas, de 18 segmentos.


A Balança Comercial foi outro item que teve destaque no ano passado, Mesmo com muitos mercados internacionais fechados, as empresas de Garibaldi exportaram 64,01 milhões de dólares, sendo importado 37,6 milhões de dólares em importações, resultando em um saldo positivo de 26,3 milhões de dólares. Outro fator que mostra a relevância do resultado foi a taxa de câmbio que teve um incremento médio de 32,3%.


Conforme os pesquisadores responsáveis pela análise das informações apresentadas pelas empresas, Mônica Beatriz Mattia e Eduardo Tomedi Leites, a economia diversificada de Garibaldi passou o primeiro ano de pandemia, de modo geral, sem grandes traumas, com destaque positivo para o setor de alimentos e metalomecânico.
“Esse cenário garantiu a determinadas cadeias produtivas um nível de atividade que possibilitou aumento no Valor Adicionado Fiscal, em termos nominais, além de aumentar os postos de trabalho, a arrecadação tributária e a poupança”.


Levando-se em consideração os critérios de desempenho analisados pelo Balanço (receita líquida, salários e encargos, lucro operacional, impostos sobre vendas e patrimônio líquido), a Tramontina Garibaldi manteve o melhor resultado.
Pela ordem, na lista das dez empresas de todos os segmentos com melhor desempenho em 2020 estão Tramontina Garibaldi, Madem Indústria e Comércio de Madeiras e Embalagens, Nutrire Indústria de Alimentos, Cooperativa Vinícola Garibaldi, Telasul Indústria de Móveis, Cooperativa Agrícola Cairú, Frigorífico Nicolini, Aleplast Embalagnes Plásticas, Metalúrgica Simonaggio e Modelo Vidros.


O presidente da CIC, Tobias Debiasi, salienta que 2020 foi um ano atípico e que ainda segue deixando seus rastros na economia e, principalmente, na vida das pessoas. “A revista deste ano traz as primeiras análises sobre os efeitos da pandemia nos resultados das empresas. Certamente esta edição deixará importantes informações para que possamos entender, no futuro, quais foram os caminhos encontrados para o enfretamento dos desafios impostos pela pandemia”, destaca.

Entrevista com Mônica Mattias em escute a notícia

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Garibaldi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais