Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
 
 

Delegado afirma que homem que roubou e estuprou mulher em Soledade não ficará impune

Baixar Áudio por Nayam Franco

Delegado entendeu sentimento de impunidade por parte da população, mas ressaltou que trabalho da Polícia é feito dentro da lei

Foto: Divulgação

A comunidade de Soledade segue chocada com um crime registrado no município na noite de terça-feira, 19/02, no bairro Das Fontes quando uma mulher foi roubada e estuprada.

A mulher de 43 anos teria sido ameaçada com uma faca. Ela foi encaminhada para o Hospital Frei Clemente de Soledade durante à noite de terça.

O delegado responsável pela investigação, Márcio Marodin, confirmou que a polícia já tem um suspeito e que de fato procura o embasamento legal, através do processo investigatório, para que ele seja punido.

Nesta quarta, 19, a Brigada Militar encontrou esse suspeito escondido em uma casa abandonada, próxima ao local onde o fato aconteceu e o conduziu para a delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Soledade. No entanto, ele foi liberado, pois não havia pedido de prisão para ele.

"São procedimentos legais que a gente tem que respeitar. Ele não foi preso em flagrante e nem possuía um mandado de prisão, ou seja, fazendo uma analogia, prender ele seria fazer um gol impedido, não ia valer, o juiz ia anular. Temos que fazer gols legais, prisões legais, embasadas na lei", enfatizou.

Contudo, Marodin foi incisivo ao dizer que a mensagem que a Polícia Civil de Soledade quer passar é de que quem cometeu esse crime será, sim, punido. O trabalho de investigação segue sendo realizado pela Polícia Civil.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cristal

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais