Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

Vacinação contra a gripe influenza será encerrada no dia 30/06, terça-feira

Baixar Áudio por Marcus Vinicius Prates de Souza

Crianças, gestantes e puérperas não atingiram a meta esperada em Soledade

Marina Piovesan, enfermeira coordenadora do setor epidemilógico
Foto: Marcos Vinícius/Tua Rádio Cristal

A 22ª campanha nacional de vacinação contra a gripe Influenza, que iniciou em 23/03, teve seu prazo prorrogado para o dia 30/06, no entanto os números de alguns grupos prioritários causam preocupação para os agentes de saúde de Soledade.

A campanha foi dividida em três etapas distintas, sendo que na 1ª foram imunizados os idosos e os profissionais da área da saúde. Posteriormente na 2ª etapa foram vacinadas as pessoas com comorbidades (diabetes, pressão alta, imunidade baixa, etc.), e por fim, na 3ª etapa, crianças (seis meses a seis anos incompletos), gestantes e puérperas, foram também imunizadas.

No entanto, segundo Marina Piovesan, enfermeira coordenadora do setor epidemiológico da secretaria municipal de saúde de Soledade, apenas os grupos de idosos, profissionais da saúde e pessoas com comorbidades tiveram boa adesão e deram a resposta esperada, porém o grupo prioritário da terceira etapa da vacinação ficou abaixo da meta preconizada pelo Ministério da Saúde, que é de 90%.

Para se ter uma ideia, os números apresentados neste grupo está da seguinte maneira, puérperas (77%), crianças (71%) e gestantes (50%), para este grupo em especial, Marina disse que ainda “estão correndo atrás e fazendo estratégias para poder atingir o índice desejado e esperado”. Agentes de saúde do município realizam uma busca ativa a crianças, puérperas e gestantes, no intuito de alcança-las e realizar a vacinação destes.

Sobre a possibilidade de o governo federal liberar a vacinação para toda a população, Marina informou que, até o presente momento, nada foi decidido.

Importante chamar a atenção para a vacinação de Meningite (ACWY) iniciada nesta semana e que tem como público alvo crianças de 11 a 12 anos. Outra vacina disponível á a HPV para meninas, as doses estão disponíveis em todas as unidades de saúde dos bairros e no SUS central.

A vacina garante que a população imunizada não fique vulnerável a certas doenças infecciosas, portanto estar vacinado é fundamental para se ter uma melhor qualidade de vida.

Ouça a entrevista com Marina Piovesan, na íntegra, no player de áudio acima.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cristal

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais