Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Celebração Pascal

por João Romanini

"Aleluia, Cristo ressuscitou!"

CELEBRAÇÃO DE PÁSCOA – 31/03/2024

"Aleluia, Cristo ressuscitou!"

 

ACOLHIDA

Animador: É Páscoa! Jesus Ressuscitou! Está vivo e presente no meio de nós! Alegres pela presença gloriosa do Senhor, iniciemos nossa celebração, de pé, acompanhando a procissão de entrada que nos apresenta o Círio Pascal, cantando.

 

Animador: Neste momento, acendemos o Círio Pascal símbolo do Cristo Ressuscitado. Canto...

 

ATO PENITENCIAL

Presidente: Para participarmos da vitória de Jesus e com Ele buscar uma mudança de vida, tendo presente o lema da campanha da fraternidade "Vós sois todos irmãos", revisemos nossas atitudes e invoquemos com confiança a misericórdia do Pai:

- Senhor, nossa paz, tende piedade de nós

- Cristo, nossa Páscoa, tende piedade de nós.

- Senhor, nossa vida, tende piedade de nós.

 

BENÇÃO DA ÁGUA E ASPERSÃO

Presidente: Irmãos e irmãs, invoquemos o Senhor nosso Deus para que se digne abençoar esta água que vai ser aspergida sobre nós, recordando o nosso Batismo. Que Ele nos ajude a permanecermos fiéis ao Espírito que recebemos. (Canto durante a aspersão)

 

GLÓRIA

Animador: Páscoa, festa da vida plena. Alegres e unidos pela vitória de Jesus, elevemos a Deus o nosso hino de louvor, cantando

 

LITURGIA DA PALAVRA

Primeira Leitura: At 10,34a.37-43

Salmo Responsorial "Este é o dia que o Senhor fez para nós: Alegremo-nos e Nele exultemos."

Segunda Leitura: Cl 3,1-4

Evangelho: Jo 20,1-9

 

REFLEXÃO

- Maria Madalena, a Apóstola dos Apóstolos, ainda de madrugada. Madrugada simboliza a névoa que encobre os corações, mas simboliza também a aurora de um novo dia que não tardará a despontar. De madrugada ela foi até o túmulo onde havia sido depositado o cadáver de Jesus. Maria Madalena era discípula fiel do Senhor, aquela que permaneceu firme, de pé junto à cruz, estava tomada de um sentimento de morte, de perda, do vazio, do fracasso, enfim, da decepção pelo ocorrido, que lhe impede vislumbrar outra possibilidade que não seja a morte propriamente dita. Mas ao chegar no túmulo, teve uma surpresa assustadora, o espanto se apoderou dela, pois o encontrou aberto e vazio. Pensou que tivessem roubado o corpo do Senhor. Imediatamente, saiu correndo levando a notícia a Pedro e João. Ambos, com ela, correram até o túmulo, entraram e encontraram apenas panos. João, o discípulo que Jesus amava chegou primeiro. Quem ama sempre chega por primeiro, mas entrou depois de Pedro, como postura de confiança de quem ama e crê. Ele certificou-se do ocorrido e acreditou. Quem ama acredita, mesmo que não tenha provas palpáveis. A ressurreição é a razão e a essência da nossa fé. Depois que João acreditou, os demais também acreditaram no que viram, e ao acreditar, saíram para anunciar aos demais que aquele que foi perseguido, torturado, condenado por um processo forjado, executado como malfeitor pregado numa cruz, ressuscitou, venceu a morte, a injustiça, o ódio e todas as forças do mal. Por isso, saíram com alegria incontida confessando: “Jesus de Nazaré, o crucificado, foi ressuscitado por Deus”.

- Pedro, na primeira leitura de hoje, dá um testemunho apaixonado sobre a ressurreição de Cristo, afirmando categoricamente que ele ressuscitou, que esteve com Jesus em diversas ocasiões e recebeu dele a incumbência de testemunhar que Deus o constituiu juiz dos vivos e dos mortos. Pedro se torna a figura elementar, fundamental no processo de consolidação da crença na ressurreição, sendo a base, a pedra fundamental de sustentação do cristianismo, como o é hoje, o Papa Francisco.

- Na segunda leitura Paulo nos lança um desafio: quem de fato ressuscitou com Cristo para uma vida nova, deve mudar de comportamento, e mostrar que não baseia a sua vida em coisas pequenas, medíocres, mas busca coisas nobres, os verdadeiros valores, ou seja, as coisas do alto, vivendo e dando testemunho, com palavras e ações, das coisas de Deus, como Jesus ensinou. Quem crê no Ressuscitado não se limita a práticas religiosas vazias, mas se empenha para superar toda injustiça, corrupção, perversidade, ódio, exclusão, enfim, todos os sinais de morte, a fim de que a vida prevaleça. Jesus faz de Maria Madalena, aquela que permaneceu firme, de pé junto à cruz, foi a primeira testemunha e anunciadora da ressurreição do Senhor

- O que despertou a Fé foi o “encontro” vivido pelos seus seguidores com Jesus, que o experimentaram cheio de vida depois de sua morte. Ele continua vivo no meio de nós, animando e guiando seus seguidores. É preciso “retornar à Galileia” para seguir seus passos: é preciso viver curando os que sofrem, acolhendo os excluídos, perdoando os pecadores, defendendo as mulheres e abençoando as crianças. Com Jesus é possível um mundo diferente, mais amável, mais digno e justo, um mundo de irmãs e irmãos.

 

PRECES DA COMUNIDADE

Presidente: Irmãos e irmãs, Cristo ressuscitou e vive para sempre entre nós. Apresentemos nossas preces ao Deus da vida, rezando juntos: Transformai-nos, Senhor, em novas criaturas.

  1. O Pai ressuscitou o Filho por amor. Pelo Papa Francisco e toda Igreja, em percurso sinodal, para que seja fiel em sua missão de proclamar o amor sem limites do Ressuscitado, buscando sempre a Fraternidade e a Amizade Social, rezemos.
  2. Deus faz maravilhas aos nossos olhos. Pelos nossos governantes, para que correspondam à sua responsabilidade de proporcionar vida digna para todos, rezemos.
  3. Jesus passou a vida fazendo o bem. Pelos fiéis cristãos, para que se disponham a atitudes de solidariedade, de partilha e de serviço generoso às pessoas, rezemos.
  4. A misericórdia do Senhor é eterna. Pelos missionários, para que anunciem e testemunhem a ressurreição de Cristo com um coração compassivo e cheio de amor, rezemos.
  5. Este dia foi feito para nós. Pela nossa comunidade, para que as alegrias pascais nos sustentem, sobretudo nos tempos de maior tribulação, rezemos.

 

OFERTÓRIO

Animador Na oferta do Pão e do Vinho, expressamos nossa alegria pela Ressurreição de Jesus. Ela nos motiva a vivermos a Fraternidade e a Amizade Social. Cantemos.

 

COMUNHÃO

Animador: Jesus Ressuscitado, que vem a nós na Comunhão, nos fortalece e nos envia ao encontro dos irmãos, levando-lhes a mensagem da alegria pascal. Cantemos.

 

 

 

 

produção: Frei Carlos Raimundo Rockenbach  - Frade capuchinho especialista em liturgia

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cristal

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais