Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Católicos celebram o Dia de Nossa Senhora das Dores

Baixar Áudio por Leticia Nunes

Segundo Frei Geraldo Paludo, a menção também se dá para com Nossa Senhora da Soledade

Foto: Foto: Letícia Nunes/Tua Rádio Cristal.

Maria, Mãe de Jesus nos seus mais diversos títulos é lembrada pelo povo católico em todo o mundo e não é diferente nesta terça-feira, 15/09, em que se celebra Nossa Senhora das Dores. A origem da festa ocorreu ainda  durante o século XIII, na região da Germânia. Porém, em meados deste mesmo século o seu culto passou a ser mais intenso na Península Itálica.

No Brasil, Nossa Senhora das Dores é considerada a padroeira de diversas cidades, como Caldas Novas (Goiás), Miracatu (São Paulo), Tubarão (Santa Catarina), entre várias outras. Inclusive, há município em Sergipe que leva o nome de Nossa Senhora das Dores.

Trazendo esta realidade para o nosso município de Soledade, conforme o Frei Geraldo Paludo, vigário da Paróquia Nossa Senhora da Soledade, não existe uma semelhança entre os dois títulos e sim se mesclam na mesma Mãe Maria, já que Nossa Senhora da Soledade, também representa a dor e solidão de Maria perante às suas sete dores.

1. A profecia de Simeão

2. Fuga da Sagrada Família para o Egito

3. O desaparecimento de Jesus no Templo

4. Assistir Jesus carregando a cruz

5. Presenciar a crucificação de Jesus

6. Maria recebendo o corpo do Filho quando é retirado da cruz

7. O enterro e sepulcro de Jesus Cristo

Ainda de acordo com o Frei Geraldo Paludo ainda há aos fundos da nossa Igreja Matriz Nossa Senhora da Soledade, uma imagem de Nossa Senhora das Dores, com uma espada cravada em seu peito, o que representa a profecia de Simeão, a qual esta na Bíblia: "Uma espada de dor transpassará tua alma" - LC 2,33-35.  

Oração à Nossa Senhora das Dores

“Virgem Dolorosíssima, seríamos ingratos se não nos esforçássemos em promover a memória e o culto de vossas Dores particulares, graças para uma sincera penitência, oportunos auxílios e socorros em todas as necessidades e perigos. Alcançai-nos Senhora, de Vosso Divino Filho, pelos mérito de Vossas Dores e lágrimas, a graça...(pedir a graça). Amém”

De acordo com o costume católico, após esta oração reza-se o Terço das Dores, associando cada uma das sete dores de Maria a um pai-nosso e 7 ave-marias.

Acompanhe a entrevista com o vigario paroquial, Frei Geraldo Paludo.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cristal

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais