Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Legislativo soledadense aprova projetos de incentivo as empresas locais

por Marcus Vinicius Prates de Souza

Projetos oriundos do executivo tiveram aprovação unânime dos edis

Veradores soledadenses reunidos em sessão ordinária
Foto: Marcos Vinícius/Tua Rádio Cristal

Marcada pela volta no formato presencial, a sessão do legislativo soledadense, realizada na noite desta segunda-feira, 05/04, teve a votação de 3 (três) projetos de lei de autoria do executivo concedendo incentivos as empresas locais.

Foram aprovados por unanimidade os seguintes projetos:

026/2021 – Que autoriza o município de Soledade a conceder incentivo de locação de imóvel, através do repasse de recurso financeiro para a empresa MICHELE FERREIRA CARDOSO, a fim de possibilitar a ampliação de suas atividades e a geração de novos empregos.

027/2021 – Autorizando o município de Soledade a conceder incentivo para a construção de sede própria, através do repasse de recurso financeiro, para a empresa LAVOUASIR DOS SANTOS FREITAS.

028/2021 – Que autoriza o município de Soledade a conceder incentivo de locação de imóvel, através do repasse de recurso financeiro, para a empresa ELENILTO TARIGA EIRELI – ME, a fim de possibilitar a ampliação de suas atividades e a geração de novos empregos.

Um fato que chamou a atenção, foi a votação da Moção de Apelo 020/2021, de autoria do vereador Douglas Perin – PSDB, para ser enviada ao Poder Executivo Municipal, para que seja providenciado junto ao setor competente, com a máxima urgência, a inclusão dos Agentes Funerários, Conselheiros Tutelares, Cuidadores de Idosos e Taxistas, ao grupo prioritário da vacinação contra o Corona Vírus. A moção em questão foi aprovada por maioria dos edis, tendo voto contrário do vereador Renato Berté, do PSDB.

Em sua defesa, Renato disse que votou contrário por entender que existem muitas outras classes que também precisariam ser priorizadas.

Na mesma sessão, foi sugerido pelo vereador Lúcio Dias – PT, que as sessões retornassem ao formato on-line, com isso dando a possibilidade de que todos os vereadores usassem os espaços regimentais em tribuna. O pedido será analisado nas salas de comissões e será anunciada a decisão na próxima sessão, que ocorrerá no dia 12/04.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cristal

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais