Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Aproximação do verão gera incidência de animais peçonhentos em Soledade

Baixar Áudio por Marlusa Oliveira

Comprovação disso refere-se a aparição de uma cobra, encontrada no final da tarde desta segunda-feira, 29/11, na Avenida Marechal Floriano Peixoto

Um dos assuntos de maior preocupação voltado para a saúde pública da população diz respeito aos sérios riscos apresentados em torno do acúmulo de resíduos em locais inapropriados, o que resulta na aparição de seres dos mais variados tipos, entre eles, animais peçonhentos.

Encaixam-se em tal grupo, animais que produzem peçonha (veneno) e têm condições naturais para injetá-la em presas ou predadores. Serpentes, escorpiões, aranhas, mariposas, besouros e lacrais são alguns dos animais pertencentes ao grupo.

Estes, gostam de ambientes quentes e úmidos e são encontrados em matas fechadas, trilhas e próximo a residências com lixo acumulado. Para isso, é indispensável que seja mantida a higiene de tais locais, a fim de evitar acúmulos de resíduos que por ventura podem atraí-los.

Fábio Rodrigues, agente de endemias no município de Soledade explica que devido a aproximação do verão é comum que haja o aumento destes animais, sendo que a primeira orientação a ser seguida quando estes forem avistados é evitar tocá-los, cabendo acionar um agente de saúde para melhor decisão frente a situação apresentada.

Fábio lembra ainda que a situação já vem sendo apresentada em dados locais, por isso alerta para que as pessoas sigam o cronograma de entulhos, sabendo que limpeza, conscientização e colaboração diante dos espaços são os três pilares que norteiam a extinção dos animais peçonhentos.

“Um exemplo claro refere-se ao barbeiro, encontrado em acúmulos de madeiras e cascas de árvores e pode acarretar graves problemas diante a saúde da população”, relembra Fábio.

Não é comum que eles apareçam em diferentes espaços, comprovação disso refere-se a aparição de uma cobra, encontrada no final da tarde desta segunda-feira, 29/11, na Avenida Marechal Floriano Peixoto. A Corporação de Bombeiros foi acionada, realizando a retirada do réptil do local.

Ouça a notícia completa sobre o assunto com o agente de endemias do município, Fábio Rodrigues no player acima. 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cristal

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais