Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Nova estratégia de monitoramento do Aedes Aegypti é testada em projeto piloto no Rio Grande do Sul

por Marlusa Oliveira

A estratégia foi recomendada pelo Ministério da Saúde para permitir uma melhor avaliação dos índices de infestação

Foto: Divulgação/Assessoria de Comunicação Social - SES/RS

Chegaram nesta sexta-feira, (25/2), no Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS) as amostras de 100 palhetas de armadilhas para coleta de ovos de Aedes aegypti utilizadas em projeto piloto aplicado no município de São Nicolau na região Noroeste do Estado. Até agora esse monitoramento era ovitrampas), que estamos testando, poderemos qualificar o monitoramento do Aedes realizado com a coleta de larvas do inseto e não dos ovos.

“Com os resultados dessa nova técnica de armadilhas para coleta de ovos (no RS e ampliar a estratégia para todas as regiões”, afirmou o biológo do CEVS, Jader da Cruz Cardoso.

Durante a atividade de monitoramento foram instaladas as 100 armadilhas, contendo água, substância atrativa e uma palheta para oviposição. Entre as atividades preparatórias, o biólogo cita o diagnóstico situacional do município, o mapeamento e reconhecimento geográfico e a preparação das armadilhas para instalação no local.

 


Jader Cardoso lembra que é importante que a população continue alerta realizando ações simples que podem ajudar no combate do mosquito Aedes aegypti. Os cuidados com meio ambiente, incluem a limpeza de pátios, evitar água parada em pequenos objetos, pneus, garrafas e vasos de plantas, além de manter a caixa d’água sempre fechada, entre outras medidas.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cristal

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais