Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
19:00:00
A Voz Do Brasil
20:00:00
 
 

ACIS busca alternativas para amenizar efeitos das chuvas nas empresas

por Carolina Grotto Giongo

Associação Comercial, Industrial e Serviços (ACIS) de Soledade está buscando alternativas para amenizar os efeitos ocasionados pelas chuvas aos empresários locais.

Foto: Divulgação

As intensas chuvas colocaram o Rio Grande do Sul no centro de uma imensa tragédia ambiental e humanitária, com centenas de mortos e desaparecidos, além de milhares de pessoas feridas e deslocadas de suas casas, de seus trabalhos e de tudo o que conheciam como vida cotidiana.

A tragédia climática também trouxe diversas implicações econômicas para o Estado, e em Soledade a situação não é diferente. A Exposol 2024, que sempre foi uma oportunidade de alavancar vendas, neste ano infelizmente foi uma feira frustrada em negócios, tendo em vista os dias de chuvas e de poucos visitantes no evento.

Pensando nisso, a Associação Comercial, Industrial e Serviços (ACIS) de Soledade está buscando alternativas para amenizar os efeitos ocasionados pelas chuvas aos empresários locais. Uma das propostas que está sendo estudada é a realização de um outlet para liquidar estoque e aproximar os clientes e lojistas soledadenses. A diretoria da entidade esteve reunida com idealizadores do outlet na manhã de terça-feira, 21/05.

De acordo com Pablo Lauxen, os empresários precisam se adaptar às mudanças e o outlet vem como uma oportunidade de alavancar o comércio.

“Realizar eventos para promover o comércio é sempre bom, e em alguns momentos é mais necessário ainda. Por isso, estamos oferecendo esse evento que já acontece em mais de cinco cidades desde 2018, um modelo de negócio para se realizar em Soledade, exclusivamente para o comércio local. Isso brinda com todos os princípios que a ACIS defende, bem como a comunidade que terá acesso a produtos de qualidade com preços diferenciados”, destaca.

O outlet em Soledade já vinha sendo planejado há algum tempo, e se intensificou após os eventos climáticos, onde se percebeu a necessidade de trazer um evento com baixo custo para o comerciante e preços atrativos para os clientes, como comenta Diego Zanette.

“Esse evento é uma oportunidade para o comerciante que contava com o dinheiro oriundo da Exposol, onde esse ano não alcançou o objetivo. Agora, Soledade tem a oportunidade de trazer para seu calendário um evento que pode agregar muito para o empresário e para a comunidade, trazendo o cliente para mais perto, além de promoções e liquidar estoque”, afirma.

O presidente da ACIS, Rodrigo Panosso, salienta que o Estado vive um momento de muitas incertezas e insegurança no empreendedorismo, por isso a importância de incentivar o comércio a continuar trabalhando.

“Nós, enquanto Associação Comercial, precisamos dar força ao associado e mostrar que não podemos desistir. Tem muitas pessoas e expositores que não conseguiram atingir seus objetivos na Exposol, estão com estoque parado, e nós estamos buscando medidas para fazer com que os negócios do comércio local girem”, ressalta.

Por fim, ele pontua que o outlet ainda não está confirmado para ser realizado. Dessa forma, será realizada uma pesquisa junto aos associados e empresários para averiguar se o evento atende às necessidades da classe.

“Tudo é estudo, estamos buscando alternativas, e quando buscamos isso é que mostramos que não estamos parados. Não podemos desistir do nosso objetivo e acredito que o nosso Estado vai sair dessa com muita maestria e em Soledade não será diferente. Estamos fazendo o nosso melhor e vamos continuar seguindo em frente”, finaliza.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cristal

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais