Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Mais de 20 mil processos tramitam na Comarca de Soledade

por Nayam Franco

Entre vara cível e criminal, processos se acumulam e já passam dos 20 mil

José Pedro falou sobre os desafios enfrentados na Comarca
Foto: Paulinho Paes/Tua Rádio Cristal

A Comarca de Soledade tem mais de 20 mil processos em tramitação. A confirmação veio através do diretor do foro, juiz de Direito, José Pedro Guimarães. Em entrevista para a Tua Rádio Cristal, o juiz falou a cerca de diversos assuntos referentes à Justiça na região de Soledade.

Ao todo, são 20.832 processos entre varas cível e criminal na Justiça de Soledade. O juiz lembrou que para esses são dois magistrados responsáveis; além dele, o juiz Cláudio Aviotti Viegas.

Em 2018, foram iniciados 9.783, criminais e cíveis, sendo que no fim do ano, o número de processos julgados foi maior: 10.270 processos.

"Temos uma excelente equipe e graças a ela conseguimos dar seguimento a tanto trabalho no ano. Ainda temos uma expectativa para que a partir de março, possamos ter um novo juiz ou juíza atuando na Comarca", destacou José Pedro, ainda referente a saída da juíza Karen Pinheiro.

Desses processos, aproximadamente 14 mil são da área cível, estando dentro da média da demanda para os municípios da região de Soledade. Segundo ele, os principais problemas são com serviços de telefonia e energia elétrica, que são a maioria dos processos. Na parte criminal, a violência doméstica predomina.

Quanto a diversas críticas recebidas da comunidade através das redes sociais sobre a impunidade de muitos criminosos que são presos e são liberados em pouco tempo, José Pedro foi firme ao afirmar que sua responsabilidade é com a constituição.

"Nós vivemos um estado democrático de direito e esse estado é de todos. Veja bem, ontem o filho do presidente pediu ao Supremo Tribunal Federal para garantir seus direitos. O meu compromisso é com a constituição e tem que ser exercida para todos. Policial exerce sua função, mas não é um magistrado. Não tem formação que um magistrado tem. Nosso dever é garantir esses direitos para todos", concluiu.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cristal

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais