Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Academia Soledadense de Letras empossa sua nova diretoria

Baixar Áudio por Marcus Vinicius Prates de Souza

Radialista e escritor Jairo Ferreira precederá o imortal Paulo Diógenes Quevedo Borges

À tarde desta terça-feira 14/07, vivenciou a troca de diretoria da Academia Soledadense de Letras (ASL), instituição que congrega escritores, poetas, músicos, entre outros, que se esmeram em suas produções autorais.

O radialista, cantor e escritor, Jairo Ferreira da Silva, precede o seu confrade, o imortal Paulo Diógenes Quevedo Borges, devendo permanecer na presidência da ASL no biênio 2020/2022.

O ex-presidente, após transmitir o cargo agradeceu a sua equipe diretiva e disse que teve um trabalho facilitado, mas confessou que no início sentiu-se assustado por assumir tamanha responsabilidade depois do trabalho feito por seus antecessores, no entanto, animou-se em dizer que graças ao apoio e incentivo de seus confrades e de suas confreiras sua gestão foi bem sucedida.

“Procurei dar tudo de mim dentro de minhas limitações e chegamos ao final realizando o trabalho que propomos, participamos de tudo, tenho certeza que contribuímos para a caminhada da cultura soledadense, tivemos excelentes produções, completamos dez anos de vida ativa, editamos um livro e tivemos dezenas de novos escritores produzindo novas obras, eu tenho orgulho de ter sido presidente desta academia”, comentou Paulo Borges.

Sobre o início da academia há dez anos, Paulo deu todos os méritos para o seu confrade Nicácio Lima, que, conforme ele foi o mentor e viabilizou uma utopia, pois todas as pessoas com quem conversavam julgavam impossível fundar uma academia de letras em uma cidade de 30 mil habitantes, já que isso só ocorria em cidades com mais de 200 mil habitantes, mas hoje, para orgulho de todos, não só fizeram como também fizeram dela grande e hoje reparta o mesmo espaço na constelação acadêmica gaúcha e brasileira com grandes instituições.

Jairo Ferreira, presidente empossado se disse honrado com a distinção de ser presidente da academia de letras soledadense, tenho uma história aqui em Soledade, no rádio e agora frente à ASL. “Estar em meio a estas pessoas preciosas é uma honra muito grande”, falou, citando Nicácio Lima e Paulo Borges.

Aproximação, aconchego, amizade e confraternização, palavras usadas por Jairo Ferreira para dizer que cada integrante da academia sinta no outro a possibilidade de ter um amigo, um estímulo, que cada um possa aplaudir a obra do outro e que cada um possa na medida em que for crescendo, fazer com que o outro cresça também.

Oito novos integrantes serão empossados como membros imortais da Academia Soledadense de Letras, no entanto ainda não há data definida, pois a pandemia do coronavírus não permite que haja aglomerações, porem se pensa para o mês de outubro, mais tardar no final do ano, a oficialização dos novos membros, sendo eles:

João Pedro Trautmann, Silvia Regina Carneiro, Luciano Luiz Chiarelli, Rosi Capelari, Alisson Ferronato dos Santos, Dioni Anunciação Serrano Dal Santo, Gustavo Luis Baldissera e Vasco Portela Carneiro.

Já a nova diretoria da Academia Soledadense de Letras ficou composta da seguinte maneira:

Presidente: Jairo Ferreira da Silva

Vice-presidente: Maria Leda Lóss dos Santos

Secretário Geral: Nicácio João Maria de Lima

1ª Secretária: Maria Beatriz Chini Eifert

2ª Secretária: Sônia Salete Morais

Tesoureiro: Gilmar Afonso de Matos Palmeira

2ª Tesoureira: Glaura Hilário Brockstedt

Bibliotecária: Maria Helena Gonçalves Pinto

Cabe ressaltar mais uma vez de que a diretoria que hora assume, permanecerá à frente da academia no biênio 2020/2022.

Ouça a entrevista, na íntegra, no player de áudio acima.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cristal

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais