Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Barroscassalense Jovane Guissone medalha de prata em Tóquio é destaque internacional na esgrima

Baixar Áudio por Marlusa Oliveira

Na manhã deste sábado, 04/09, o atleta relatou aos ouvintes da Tua Rádio Cristal a história de luta, garra e persistência para alcançar os ideais por ele traçados

Jovane Guissone, esgrimista gaúcho e destaque internacional
Foto: Divulgação

Movido por uma trajetória de inspiração, luta, garra e persistência, Jovane Guissone, 38 anos, natural do município de Barros Cassal, é exemplo vivo de que não há barreiras quando se sonha alto.

Em conversa com a Tua Rádio Cristal na manhã deste sábado, 04/09, o esgrimista gaúcho relatou um pouco de sua história na modalidade e as adversidades encontradas pelo caminho. Barreiras estas, que não o impediram de persistir em seu sonho, considerado o único medalhista do país na esgrima em cadeira de rodas, conquistando medalha de ouro na Paralimpíada de Londres em 2012 e prata nos jogos Paralímpicos de Tóquio 2020/2021.

Jovane conta que o percurso de prática da esgrima começou há 13 anos atrás, em 2008, quando sofreu uma lesão na medula ao ser atingido por disparo de arma de fogo durante um assalto. A convite de um amigo e sem saber que existia o esporte adaptado, aos poucos, foi se inserindo e se identificando com o meio.

Quando o acidente aconteceu, em 2004, sem saber o que viria pela frente, conheceu outras pessoa inseridas no esporte e com isso entendeu que precisava seguir a vida, pensar que tudo iria melhor. “Se eu tivesse baixado a cabeça e desistido, talvez não estaria aqui hoje, para contar esta história”, aponta o atleta.

Em viagem para Porto Alegre, percebeu que estava apto para representar desportistas de todo o país e com isso, participou das Paralimpíadas no Rio de Janeiro, em Londres e mais recentemente, do Jogos Paralímpicos de Tóquio. “Quando um atleta ganha uma medalha, não está apenas recebendo esta conquista para si, mas para todo o país”, destaca ele.

Atualmente, Jovane reside em Esteio e conta que a esgrima em cadeira de rodas não era algo visto e praticado frequentemente, mas atualmente, vem ganhando mais evidência, visto que a modalidade conta com um total médio de 80 atletas.

O medalhista faz parte de uma Associação do Paraná e treina em Porto Alegre, onde outras modalidades esportivas são praticadas, dento do CET - Centro de Treinamento Menino Deus. Com a pandemia, os treinos cessaram, mas isso não foi empecilho para levá-lo até o Japão.

Embora existam diversos projetos voltados para o esporte, Guissone ressalta que é preciso persistência por parte dos atletas e procura pela prática, assim como mais investimentos por parte do país, como faz o Comitê Paralímpico Brasileiro, com sede em São Paulo, que conta com um Centro de Treinamento está se adequando para acolher modalidades paralímpicas e atletas que por ali passam, com previsão de incentivar uma média de 500 atletas, desde crianças até adultos.

O esgrimista conta ainda, que segue uma linha de muito trabalho e esforço e que pretende dar continuidade aos treinos, para que quando as Paralimpíadas de Paris em 2024, consiga estar preparado para mais uma conquista que pretende alcançar, com força e garra e o apoio do treinador e de toda a equipe, que incentivam e apoiam o atleta.

Por fim, ele ainda destaca que toda vez que conquista uma medalha, volta a terra natal – Barros Cassal, onde é acolhido com carinho e muita alegria. Lugar que carrega em seu coração com muita admiração, assim como as tantas medalhas que coleciona, que fazem parte da bela história que construiu e que ainda segue trilhando.

Ouça a notícia completa no player acima.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cristal

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais