Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Cpers Sindicato quer que governador se responsabilize pelo retorno das aulas presenciais

por Nayam Franco

Entrega de termo de responsabilidade ocorreu na manhã desta terça feira, 15/10, à 25ª CRE

O 28º Núcleo do Cpers Sindicato, esteve mobilizado na manhã desta quinta-feira, 15/10, em frente à sede da 25ª Coordenadoria Regional de Educação, com sede em Soledade, a fim da entrega de um documento, direcionado ao governador do Estado. O objetivo é de que Eduardo Leite assine um termo de responsabilidade para retorno dos alunos às escolas da rede pública.

As lideranças do sindicato são contrárias, às aulas presenciais, devido a pandemia de coronavirus e conforme ainda, os integrantes do Cpers, as instituições não possuem os EPIs necessários para a volta dos alunos à sala de aula, anunciada pelo governo do Estado, a partir da terça-feira, 20/10.

A diretora do 28º Núcleo do Cpers Sindicato, Magale Eichler da Rocha destacou que em pleno Dia do Professor o momento dos educadores é de apreensão e insegurança e por este motivo foi realizada tal entrega do termo de responsabilidade.

"Nós viemos até a coordenadoria a fim de que este documento seja entregue ao governador Eduardo Leite, já que os pais tem de assinar o termo de responsabilidade para que seus filhos retornem às escolas, o Cpers Sindicato também quer que o senhor governador assuma esta responsabilidade", ressaltou Magale.

O termo entregue por meio da diretora do 28º Núcleo do Cpers, Magale Eichler da Rocha à coordenadora interina da 25ª CRE, Janete Cavalini. para que seja entregue ao governador Eduardo Leite, diz o seguinte:

"Eu, Eduardo Figueiredo Cavalheiro Leite, governador do Estado do Rio Grande do Sul, me responsabilizo pelas plenas condições sanitárias, estruturais e de recursos humanos para o retorno das aulas presenciais, bem como pela segurança, a saúde e a vida dos educadores (as) e educandos (as) da rede estadual de educação frente à pandemia da Covid-19".

Jenete Cavalini, coordenadora interina da 25ª CRE, disse que aceita a entrega do documento, contudo quanto às revindicações dos representantes do núcleo, para o não retorno às aulas presenciais, a coordenadora manifestou que tudo ocorrerá com cautela.

"Tendo em vista que se as escolas não tiverem com todo o equipamento, com todo trabalho realizado e se por acaso atrasar a entrega de algum equipamento, de algum material de higienização e com isso a escola não estiver preparada, então se posterga alguns dias, mas vamos sim iniciar com muita segurança", destacou Janete.

 

 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cristal

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais