Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Durante sessão ordinária vereadores elogiam vinda da Vibra Alimentos para Soledade

Baixar Áudio por Marcus Vinicius Prates de Souza

Elogios partiram de vereadores de situação e também de oposição

Vereadores reunidos em sessão ordinária
Foto: Letícia Nunes/Tua Rádio Cristal

A sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Soledade, realizada na noite desta segunda-feira, 11/05, teve na sua pauta da ordem do dia moções e projetos para serem analisados e votados.

Na ocasião da sessão legislativa foram aprovados dois projetos de lei e uma moção. Conforme Miguel Adones de Campos, vereador presidente do legislativo soledadense, foi aprovado por unanimidade uma moção de apelo, de autoria dos vereadores José Elton de Moraes e Gustavo Baldissera, da bancada do PL, a ser enviada à Polícia Rodoviária Federal, solicitando a instalação de controladores de velocidade junto a BR-386, que atravessa o perímetro urbano de Soledade.

Foi aprovado ainda os projetos de lei nº 25/2020 que autoriza o município de Soledade a vender suas ações da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) na bolsa de valores, com isso gerando novos valores para serem investidos no município, e o projeto de lei nº 29/2020 que altera e complementa a Lei nº 431 do Estatuto dos Servidores Públicos de Soledade, que dispõe sobre a antecipação dos servidores municipais.

Um tema que foi motivo de elogios, tanto dos vereadores da situação quanto da oposição, a futura vinda de uma grande empresa para o município. Miguelzinho destacou como ocorreu a negociação do executivo e do legislativo soledadense para que houvesse a compra da unidade da Somave no município, pela Vibra Alimentos. Segundo o presidente do legislativo, trata-se de um negócio excelente para Soledade e que irá transformar o município a médio e longo prazo.

A grandiosidade do projeto é tanta que toda a área de 15 hectares será usada pela empresa, pois há a necessidade de expansão através de incubadoras, com isso a necessidade de agregar aviários para receber os pintos, calcula-se que haverá a necessidade de 200 unidades aviárias, ao todo o empreendimento poderá gerar 1500 empregos diretos e outros 1500 indiretos.

Sessão também foi marcada ainda pela participação do vereador Luiz Carlos Vizzotto, através de videoconferência, onde pode votar e se manifestar.

Ouça a entrevista com Miguel Adones de Campos, na íntegra, no player de áudio acima.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cristal

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais