Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

"As pessoas só vendem aquilo que elas acreditam", diz secretário de Turismo de Canela em fórum realizado em Soledade

Baixar Áudio por Leticia Nunes

Ângelo Sanches enfatizou a notoriedade do turismo de Canela após o ano de 2017

Apesar de um pequeno público presente nesta noite de quarta-feira, 17/07, no Auditório Ivo José Stein, em Soledade, o bate papo realizado por meio do Ângelo Schusler, secretário de Turismo e Cultura do município de Canela e um dos painelistas da noite, chamou a atenção dos convidados, em virtude de seu tom entusiasta e com motivação com o qual apresentou o tema aos presentes.

Na ocasião, Sanches destacou que o município de Canela há anos atrás possuía outros focos porém, com o passar do tempo houve uma maior conscientização de seus atuantes de governo, em conjunto com a iniciativa privada e com a população no geral de que o turismo poderia ser sua maior fonte de renda, e foi realmente isso que ocorreu, se tornou a maior indústria que a Serra Gaúcha nos dias atuais pode contar.

Assim sendo, na atualidade Canela está entre as 10 cidades mais visitadas do país, recebe anualmente em torno de 5 milhões de turistas, com mais 42 equipementos turísticos diferenciados para agradar a  todos os gostos possíveis. "Nós só conseguimos tudo isso devido a entendermos que nenhum de nós é melhor do que todos nós juntos, paramos de deixar a responsabilidade para o outro, para o poder público e sim começamos a agir unidos", ressaltou Sanches.

De acordo com o secretário, a indústria do turismo só pode ir pra frente, depois que a comunidade mapear e reconhecer suas caraterísticas, capacitar as pessoas envolvidas e sensibilizar a população de que o lugar em se vive é o melhor que alguém pode habitar. "Nós só podemos vender aquilo que acreditamos e o turista ele gasta, mas somente com aquilo que ele se sente tocado".

Conforme o secretário de Turismo e Cultura de Canela, o município somente acordou para a realidade do turismo, após 2017, quando parou de viver a margem de Gramado.. Com isso, por ano, são investidos nesta área R$ 300 milhões em recursos, por meio de empresários e entidades e em torno de R$ 450 milhões através de repasses governamentais.

O Fórum de Debates pelo Desenvolvimento é uma promoção da Fundação Ulysses Guimarães e a Associação dos Vereadores do MDB. Em Soledade, o evento contou com o apoio dos vereadores Gustavo Baldissera de Soledade e de Fontoura Xavier, Eduardo Vaz.

Ainda foram convidados a expor suas ideias na ocasião, Altair Hoerle, presidente da Acis, o diretor do campus da UPF Soledade e presidente do Corede Botucaraí, Idioneu Vieira e o presidente da Fundação Ulysses Guimarães, João Alberto Machado. 
   

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cristal

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais