Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Projeto Cooperar com a Agricultura Familiar beneficia instituições de Soledade

Baixar Áudio por Marcus Vinicius Prates de Souza

Produtores terão um dia da semana para comercializar seus produtos junto a comunidade

A necessidade de auxiliar os produtores rurais que tiveram suas vendas afetadas em virtude da pandemia da Covid-19, e ao mesmo tempo garantir alimentos na mesa de muitas famílias em vulnerabilidade, fizeram com que a Cooperativa de Crédito Rural com Integração Solidária – CRESOL Planalto/Serra, Sicredi Botucaraí RS/MG, Cooperativa dos Agricultores Familiares do Alto Botucaraí – COOAFAB e Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Soledade e Mormaço – STR, realizassem uma parceria, para que, de uma só vez, fosse possível ajudar os agricultores e algumas instituições do município de Soledade, através do projeto Cooperar com a Agricultura Familiar.

As primeiras instituições beneficiadas pelo projeto foram o Lar Mãe Cúria e o Hospital de Caridade Frei Clemente, cada uma recebeu 10 cestas contendo oito itens de alimentos, sendo, uma peça de queijo, batata doce, massa, couve, feijão, pão caseiro, cebola e alface, produtos produzidos pela agricultura familiar.

Rosane Pansera Dalsoglio, presidente da Cresol Planalto/Serra, destacou a parceria da instituição que dirige, com outras instituições que demostraram interesse pelo desenvolvimento do projeto tornando o mesmo uma realidade no município de Soledade. “Resolvemos, enquanto entidades, ser solidários e comprarmos os produtos oriundos da agricultura familiar e a cada mês entregarmos 20 cestas para instituições do município soledadense”, informou.

Rosane destacou ainda que o projeto será mantido, no mínimo, por cinco meses e que o mesmo veio para valorizar a agricultura familiar que produz alimentos essenciais para a vida de todos.

Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Soledade e Mormaço, Alessandro de Miranda Gasparin, o projeto acrescentará, e muito, na renda das agroindústrias e dos agricultores familiares ligados a COOAFAB, que em virtude da seca e posteriormente da pandemia, tiveram e ainda tem grandes dificuldades na comercialização de seus produtos. “Temos procurado orientar nossos agricultores a buscarem soluções e alternativas, e este projeto se tornou a alternativa tão aguardada por eles”, destacou.

Conforme Alessandro, além da aquisição das cestas com os produtos oriundos da agricultura familiar, os produtores terão ainda a possibilidade de comercializarem as suas produções, em um dia por semana, junto ao palco Jesus Marodin, na praça central.

Élio Pereira da Paixão, presidente da cooperativa dos agricultores familiares Cooafab, disse que o projeto recém iniciado, trouxe uma boa ajuda e que deu novo ânimo para os agricultores, até porque há a expectativa da realização de uma feira para a venda das cestas com produtos da agricultura familiar. “Esperamos que esta pandemia termine logo e que possamos voltar a vender nossos produtos com fazíamos antes”, aduziu.

O projeto possibilitará transformar a necessidade das pessoas do campo e da cidade em uma ação de aproximação, na qual conseguiu se buscar a produção dos produtores e transformá-las em cestas para a comercialização.

Ouça a entrevista, na íntegra, no player de áudio acima.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cristal

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais