Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

Médico afirma que não há necessidade de pânico em função da meningite

por Ana Lúcia Jacomini

Pneumococo, caso da menina de Passo Fundo, é uma bactéria mais branda segundo o médico Júlio Stobbe

O laudo do Laboratório Central do Estado (Lacen) confirmou a suspeita de que a bactéria que causou a meningite em uma criança de oito anos, em Passo Fundo, é a Pneumococo. Em entrevista para a Rádio Alvorada, o diretor clínico do Hospital São Vicente de Paulo, Júlio Stobbe, explica que com a confirmação, é possível tranquilizar a população.

O médico acredita que a morte da menina esteja condicionada à reação do organismo, algo bem pessoal. Logo, não haverá nenhuma intervenção na comunidade, como isolamento ou vacinação. A Secretaria Municipal de Saúde, porém, colocou profissionais a disposição da população, para esclarecer dúvidas sobre a doença.

Ainda, segundo Stobbe, a melhor forma de prevenir a meningite é a vacinação. Ele explica que a vacina contra a meningite por pneumococo, embora tenha sido lançada na Europa e nos Estados Unidos - onde as características da bactéria são um pouco diferentes, fornece boa proteção também no nosso País. Desde de 2011, a vacina conjugada contra meningite por meningococo C  faz parte do Calendário Básico de Imunização.

Ouça no player de áudio.

 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Alvorada

Enviar Correção

Comentários