Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
 
 

Secretário de Saúde explica o porquê faltam medicamentos na farmácia municipal

por Ana Lúcia Jacomini

Se preferir, ouça este conteúdo clicando no player de áudio

Douglas Kurtz, secretário municipal de Saúde

Problema recorrente, reclamado por ouvintes da Tua Rádio Alvorada, a falta de medicamentos na Farmácia Municipal foi explicada pelo titular da Secretaria da Saúde, Douglas Kurtz, nesta semana. Conforme ele, atualmente o poder público possui dois registros de preço para compra de remédios, um consorciado e outro próprio do município. Acontece que alguns fornecedores estão registrando falta de produtos, outros estão aplicando preços diferenciados e, ainda, há empresas que na hora da entrega tentam fornecer outra marca, que não a adquirida. Todas as situações criam entraves burocráticos para a prefeitura, e, embora os pedidos sejam feitos antes de acabar os estoques, a penalização pode acabar caindo no cidadão, segundo ele.

“Quando chegamos no estoque mínimo, fizemos o pedido de novos medicamentos. A lista básica gira em torno de R$ 350 mil reais”, informa Douglas. Kurtz reconhece que alguns medicamentos estão em falta e que as providências estão sendo tomadas. O secretário revela que 90% das quase sete mil pessoas que consultam por mês, nas unidades básicas de saúde, buscam os medicamentos indicados no receituário, na farmácia municipal. Kurtz também destaca que recentemente, médicos e farmacêuticos da rede de saúde do município, estiveram reunidos para atualizar e otimizar a lista de medicamentos obrigatórios. A 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Alvorada

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais