Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
19:00:00
A Voz Do Brasil
20:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Em nova etapa de vacinação, idosos de 62 e 63 anos serão imunizados

por Camila Agostini

Imunização ocorre neste sábado, 17/04

Foto: Prefeitura de Marau

Uma nova remessa de vacinas chegou ao estado nesta sexta-feira, 16/04. O grupo a ser vacinado com essas doses é composto por idosos de 63 e 62 anos. Os imunizantes já estarão disponíveis para a vacinação neste sábado, 17/04.

Em Marau, a aplicação ocorre, mais uma vez, em sistema drive thru, no Parque Municipal Lauro Ricieri Bortolon. A população que se enquadra nesta faixa etária pode ir até o local das 6h às 11h. Antes, porém, é necessário realizar o pré-cadastro no site www.pmmarau.com.br/siscovid

No momento da vacinação, além do comprovante do pré-cadastro (impresso, print ou foto) é necessário apresentar documento de identidade, cartão do SUS e carteira de vacinação.

De acordo com o Governo do Estado, a população-alvo deste novo lote foi pactuada em reunião entre Secretaria da Saúde (SES) e Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul (Cosems/RS), durante reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB).

Até esta quinta-feira, 15/04, foram aplicadas e registradas no Rio Grande do Sul, 2,3 milhões de vacinas, entre primeira e segunda doses. O esquema vacinal já foi completado, com as duas aplicações necessárias de acordo com as fabricantes, por 460 mil pessoas.

Entre os grupos prioritários já imunizados ou se vacinando estão trabalhadores da saúde, idosos, pessoas com deficiência institucionalizadas ou acamadas, povos indígenas, povos e comunidades tradicionais e forças de salvamento e segurança. A Secretaria Estadual de Saúde informa que, tão logo for finalizada a vacinação dos idosos, será dado início à imunização de pessoas com alguma comorbidade (obesidade, hipertensão, cardiopatias, diabetes e outras).

A logística para distribuição de vacinas tem início a partir da Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi), na capital. Lá, são separadas e, em seguida, entregues às 18 Coordenadorias Regionais de Saúde (CRSs) em até 48 horas, com apoio logístico da Brigada Militar e da Polícia Civil.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Alvorada

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais