Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

Médicos alertam sobre doenças respiratórias

Agência Brasil

No Brasil, estima-se que 30% da população sofre com rinite alérgica

Foto: Divulgação

A Semana Mundial de Alergia começou neste domingo, 12, pela Associação Brasileira de Alergia e Imunologia Regional Rio de Janeiro (Asbai-RJ) com atividades em dois locais da capital fluminense. Os eventos visam conscientizar e informar a população sobre as doenças respiratórias, entre as quais estão a rinite alérgica e asma. Os primeiros encontros ocorrem, no momento, no Parque dos Patins, na Lagoa, zona sul da cidade, e na Praça do Ó, na Barra da Tijuca, na zona oeste.

O tema central da Semana Mundial de Alergia, este ano, são as alergias respiratórias e seu impacto na vida das pessoas. Ações semelhantes se repetirão até o dia 19 nos serviços de alergia dos hospitais do estado, onde especialistas farão palestras e orientações ao público.

A previsão da Organização Mundial da Alergia (WAO, do nome em inglês) é que o número de asmáticos chegará a 400 milhões em todo o globo, em 2025. De acordo com a WAO, entre 30% a 40% da população mundial tem rinite alérgica, que é uma das manifestações mais frequentes da alergia. Aluce Ouricuri acrescentou que cerca de 80% dos pacientes com asma têm rinite alérgica, “porque a mucosa é uma só”. A incidência está aumentando em função do crescimento da poluição.

No Brasil, a Asbai Nacional estima que 30% da população sofre com rinite alérgica. A doença, que atinge 67% de pessoas na América Latina, se tornou uma preocupação global e um problema de saúde pública. Segundo a WAO, o custo mundial da rinite alérgica é US$ 20 bilhões.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Alvorada

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais