Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Para vacinar mais: Pazuello defende vacinação com uma dose

por Bruno Roso

Segundo o ministro, a eficácia da aplicação de uma dose já garante a taxa necessária para reduzir sensivelmente as infecções pelo novo coronavírus no Brasil

Foto: Reprodução/Correio do Povo

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, defendeu nesta segunda-feira, 11/01, a aplicação de uma dose única da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford como estratégia para aumentar o número de imunizados contra a Covid-19 no país.

Segundo o ministro, a eficácia da aplicação de uma dose já garante a taxa necessária para reduzir sensivelmente as infecções pelo novo coronavírus no Brasil. "Com duas doses, você vai a mais de 90% (de eficácia), com uma você vai a 71%", disse.

O titular da Saúde voltou a declarar que o Brasil já tem contratos para receber 354 milhões de doses de vacinas. Pazuello contou que as 210 milhões de doses da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e o laboratório AstraZeneca começaram a ser produzidas no Brasil pela Fiocruz, no final de janeiro. No entanto, ele evitou cravar uma data de início para a vacinação contra a Covid-19 no país. Segundo o ministro, que tem sido cobrado por governadores e prefeitos para a definição de um calendário, a imunização irá começar "no dia D e hora H".

A vacina está sendo alvo de expectativa por todos desde que duas empresas – Oxford Astrazeneca e CoronaVac, ingressaram com pedido de uso emergencial, no último dia 08/01. Conforme manifestações recentes da ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a resposta da análise completa dos estudos desses imunizantes deve ser feita até o dia 18/01.

* Essa notícia contou com informações do Correio do Povo

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Alvorada

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais