Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Vacinação da pólio: cerca de 200 crianças ainda devem se vacinar em Marau

por Camila Agostini

Campanha foi prorrogada até 21/11

Foto: Reprodução SES

As equipes da vigilância em saúde de Marau pedem atenção das famílias para que pelo menos 95% das crianças e adolescentes que precisam ser vacinados na Campanha contra a Poliomielite e Multivacinação sejam imunizadas.

Em consequência da baixa cobertura da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite no Estado, a Secretaria da Saúde decidiu prorrogar o prazo da estratégia até 21/11. Nesta data, também será realizado um segundo Dia D de mobilização, um sábado em que os postos de saúde e as casas de vacina ficarão, excepcionalmente, abertos para estimular e facilitar às famílias o acesso à imunização contra a pólio das crianças menores de cinco anos. A Multivacinação para atualização da caderneta de vacinação de crianças e adolescentes até 15 anos foi igualmente prorrogada.

Até  a manhã desta quinta-feira, 05/11, a equipe de Vigilância em Saúde de Marau registrava a cobertura de 85,96% da faixa etária abrangida pela Campanha. Para que a meta de 95% do público alvo seja alcançada, 196 crianças precisam ser imunizadas até a data final.

O esquema vacinal de poliomielite é composto, atualmente, por duas vacinas: a injetável aplicada em três doses aos dois, quatro e seis meses de vida da criança, e a vacina oral aplicada aos 15 meses e aos quatro anos. Nesta campanha, todas as crianças dessa faixa etária terão a avaliação de sua situação vacinal para poliomielite. As maiores de um ano que estiverem com seus esquemas vacinais em dia receberão uma dose da vacina oral, a chamada dose D (indiscriminada). Para as crianças que estiverem com seus esquemas de vacinação de poliomielite em atraso, haverá a atualização.

A Campanha de Multivacinação, por sua vez, tem o intuito de atualizar a situação vacinal da população até 15 anos de idade, de acordo com as indicações do Calendário Nacional de Vacinação. O objetivo é, além de aumentar as coberturas vacinais, diminuir ou controlar a incidência de doenças imunopreveníveis. Por ser uma estratégia de atualização de esquemas em atraso, não se trabalha com metas. A avaliação será realizada a partir das doses aplicadas e registradas nos sistemas de informação no período.

Os postos de saúde estão seguindo as medidas de segurança para evitar o contágio da Covid-19. Em Marau, o atendimento é realizado pela parte da manhã, das 7h30 às 11h30, e à tarde, das 13h às 17h. No chamado Dia D, as unidades também ficarão abertas.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Alvorada

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais