Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

População de Gentil passou três vezes pelos postos de saúde do município em seis meses

Baixar Áudio por João Pedro Varal Tartari

Número de atendimentos supera em 1.310 pessoas a população do município

Foto: Reprodução/Wikipedia

A população de Gentil já passou três vezes pelos postos de saúde do município. As informações fazem parte de um balanço dos seis primeiros da saúde em Gentil e foram divulgadas pela Secretaria de Saúde.

Segundo o secretário de Saúde de Gentil, Adelir Schiavon, o cálculo usa como base a população total do município que, de acordo com as projeções do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), atinge 1.619 habitantes. “Hoje, a nossa população de Gentil é de em torno de dois mil habitantes, mas, em atendimentos de médicos da Estratégia de Saúde da Família, que engloba todos os atendimentos, eu já tenho 2.929 atendimentos, então já passou, em números, a quantidade habitacional do nosso município.”

Ele ainda faz um adendo. “Claro que [tem] um que não passa nenhuma vez, mas tem pessoas lá que são pacientes, que toda a semana estão passando pelo posto de saúde”, afirma.

A Secretaria ainda separou os dados pela especialidade procurada. Segundo Adelir, a área da fisioterapia já conta com 516 atendimentos nestes seis meses, a pediatria tem 125 exames, nutricionista acumula 134 auxílios e cardiologista já junta 81 consultas.

O último dado preocupa o secretário. Adelir comenta que a população do município não é tão idosa “e eu vejo que é um número alto para dois mil habitantes, descontando as pessoas que vão no seu cardiologista particular, é um número bem elevado”.

Visão Para O Futuro

Adelir afirma que o município tem vários programas que estavam inativos, até há poucos dias, por causa da pandemia. “A gente está retomando vários deles e dar sequência no que a gente tinha lá: saúde bucal, atendimento nos colégios.”

Deve passar a integrar essa grade um novo programa, que recebeu o nome de “Visão Para O Futuro”. “A gente tem um convênio com o Hospital de Olhos de Passo Fundo”, afirma o secretário, e complementa dizendo que “todos os alunos da rede escolar, tanto municipal, quanto estadual, passaram por uma avaliação e, desses ali, cinquenta e poucos alunos, que tem de cinco a 17-18 anos vão ser encaminhados (porque algum problema eles têm) vão ser encaminhados para o Hospital de Olhos para uma avaliação mais profunda do problema deles”.


Para ouvir a entrevista com Adelir Schiavon, clique em 'ouvir notícia'. O botão com acesso para o áudio está localizado acima da foto. 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Alvorada

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais