Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Brigada Militar divulga resultados dos primeiros 36 dias da 45ª Operação Golfinho

por Ivan Sgarabotto

Número de salvamentos nesta edição aumentou 18,83% em relação ao mesmo período do ano anterior

O comandante-geral da Brigada Militar, coronel Alfeu Freitas Moreira, divulgou, na tarde de quinta-feira (29), os resultados dos primeiros 36 dias da 45ª Operação Golfinho 2014/2015, desenvolvida no litoral norte e sul do Estado e em águas internas (lagos, rios e balneários de água doce).

No trabalho realizado pelos salva-vidas, coordenado pelo Corpo de Bombeiros Militares, houve incremento de 18,83% no número de salvamentos em relação ao mesmo período do ano anterior. No Litoral Norte foram 882 salvamentos, no Litoral Sul, 83, e 58, em águas internas.

A Operação Golfinho conta com policiais militares lotados no Litoral e o efetivo de apoio. Em relação ao mesmo período do ano passado, houve alta de 10,26% nas prisões. Também houve aumento de 48% no cumprimento de mandados e de 27,78% na captura de presos foragidos. A apreensão de armas subiu 16,67%, e o recolhimento de veículos, 4,79%. Os números demonstram que a BM está mais efetiva na prevenção, com a realização de mais operações e barreiras, segundo o comandante-geral.

Ainda, no Litoral Norte, na Operação Balada Segura, foram realizados 83,43% mais testes com etilômetro e registrado aumento de 63,33% no número de resultados positivos. Houve acréscimo de 46,95% no número de veículos fiscalizados, de 84,12% em veículos autuados, de 43,64% em veículos recolhidos e 107,32% nas CNH apreendidas.

Segundo o comandante-geral, este resultado mostra que a BM está mais atuante nas barreiras da Balada Segura com aumento significativo nos índices - alta de 114,44% no total de autuações. Foram registradas 163 infrações de trânsito por negativa do condutor em fazer o teste de etilômetro, conforme prevê o Artigo 277 do Código de Trânsito Brasileiro. Já no crime de embriaguez ao volante, houve 10 prisões, 25% a mais que no mesmo período da operação passada.

No Litoral Sul foi registrado decréscimo de 2,88% de ocorrências e aumento de 41,18% no número de foragidos recolhidos ao sistema penitenciário.

Os dados foram divulgados em coletiva de imprensa, em Tramandaí. Participaram o comandante do Corpo de Bombeiros (CCB), coronel Eviltom Pereira Diaz, o comandante regional da BM (CRBM), coronel Fernando Carlos Grillo Moreira, a comandante Ambiental da Brigada Militar (CABM), tenente-coronel Ana Maria Haas.

Controle de acidentes com águas-vivas - Na ocasião, o Corpo de Bombeiros Militar firmou parceria com a Universidade Feevale, visando ao controle de acidentes com águas-vivas no Litoral Norte. A falta de estatísticas relacionadas a banhistas que sofrem queimaduras em decorrência do contato com esta espécie marinha levou ao acordo, que tem o objetivo de alertar para os riscos das queimaduras e fazer com que as vítimas comuniquem o caso aos salva-vidas.

A intenção é que, ao fazer o registro da ocorrência, a pessoa responda, nas guaritas, a um pequeno questionário. Posteriormente, segundo a pró-reitora de Ensino da Feevale, Denise Ries Russo, o Centro de Pesquisa e Planejamento da Feevale (CPP) fará a tabulação dos dados que serão utilizados pelo Corpo de Bombeiros para estudos e campanhas de prevenção.

Para o coronel Alfeu Freitas Moreira, a iniciativa é bem-vinda pois toda ação que venha acrescentar-se ao trabalho realizado pela BM será sempre aceita e valorizada.

A ação prevê a confecção, pela universidade Feevale, de 220 bandeirolas, as quais serão distribuídas de Torres a Quintão.

Texto: Clélia Admar
Edição: Redação Palácio Piratini/Coordenação de Comunicação 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Alvorada

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais