Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
18:00:00
Encontro Certo
19:00:00
 
 

Mais de 350 artistas participaram do Cultura 24 Horas

por Ana Lúcia Jacomini

Evento reuniu um público aproximado de seis mil pessoas

O Cultura 24 Horas 2022, realizado de 12 a 15 de maio na Casa da Cultura de Marau/RS, foi gigante. Gigante como cada um que passou pelo local para se apresentar, se expressar e se manifestar artisticamente das mais variadas formas. Ficou evidente, mais uma vez, que Marau produz muita arte de qualidade.

Entre gente estreando num palco pela primeira vez e veteranos que já levam seu talento além das fronteiras municipais e até estaduais, o público foi presenteado com verdadeiros espetáculos de beleza, emoção, sentimento, entrega, dedicação, capricho e tantos outros adjetivos que poderiam ser citados aqui.

"Cada pessoa que passa pelo Cultura 24 Horas, todos os anos, leva para casa algo diferente. Entendemos, aliás, que é justamente para isso que a arte existe. Para mexer com a gente", colocam os idealizadores do projeto, Jardel Bassi e Candice Campos. Cerca de 6 mil pessoas circularam pela Casa da Cultura nos 4 dias de evento para prestigiar uma lista de mais de 350 artistas (a grande maioria local).

Neste ano o Cultura 24 Horas - realizado com total apoio do Poder Público através da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer - foi construído por: Banda Santa Cecília, Orquestra do Sesi, Escola Cordas e Acordes, Estúdio de Dança Palace Ballet/Colégio Gabriel Taborin, Companhia Atmosfera, Coral Santa Cecília, Coral Alegria Franciscana, Roberta Bassani Federizzi (lançamento da obra Farfalla), Grupo Municipal de Teatro, Banda Marcial da Brigada Militar, Escola de Múltiplas Atividades Oficina do Corpo, Academia Shobukan de Karatê, Sebo Troque sua Traça/Biblioteca Pública Professor Francisco Jatir Pastre, Ajuda Patinhas, Conselho Municipal de Cultura, Projeto Guarda-Chuva, Donatela Swanson, Sarau de Bolso, Cantinho de Artes da Sara, Madeira Real, Joice Cristina Carollo, Weslley Peiter, Victório Borges, Ivanio Ribolli Peruso, Andreise Copceski, Taise de Almeida, Giovano Durante, Toca dos Monstros, Ademar Berghetti, Miki Onomichi, Gabrielly Paz, Natalia Postalli, Bruna Schneider, Kênia Censi, Débora Nunes de Sá, Lori Bonamigo, alunos dos professores Rafael Vinicius Vieira, Geise De Carli e Daniela Rettore e ainda pelos projetos musicais: Sidi Richter e Convidados, Giovani Padilha e Banda, Joe Caramelo, Augusto e Violão, Grota, A Tríade, Cantera Street Records, Belchior e Seus Poetas, Towner Azul Bebê, Lapso, Bote a Mão, Old Monkey's, Carpathia, Garatujas, Ornelinhax, Darkin, Banda Átomos, Eu One Men, Coisa de Asfalto, Duoquem, SalViê, Kelly Filippi e Amigos, Órbita Mente e Dead State.

FORMATO
Diferente do que acontecia nas edições anteriores, o Cultura 24 Horas neste ano não foi realizado apenas em finais de semana e sim em quatro dias corridos: de quinta a domingo. O novo formato, na avaliação dos organizadores, foi aprovado pelos artistas e pelo público. "Tivemos movimento intenso em todos os dias, e pudemos inclusive receber visitas de grupos e escolas durante os dias de semana. Então nossa ideia é seguir neste formato pelos próximos anos", destacam.

LEI
O prefeito de Marau Iura Kurtz e a secretária de Cultura, Esporte e Lazer Josiane Bedin aproveitaram o ato oficial ocorrido no palco no sábado à tarde para anunciar que estão encaminhando à Câmara de Vereadores um projeto de lei para tornar o Cultura 24 Horas evento permanente no município a ser realizado todos os anos no mês de maio.

Já no ato a proposta recebeu sinal de aprovação pessoal do presidente Vagner Daré, que agora precisa levar à apreciação de todo o Poder Legislativo para que efetivamente o projeto vire lei. "Sendo aprovada, a lei garantirá que nunca mais Marau abra mão de contar com esse grande evento, o maior do Rio Grande do Sul, e assim oferecer uma vitrine tão legal aos nossos talentosos artistas locais", destaca Josiane Bedin.

MADRINHA
A madrinha do Cultura 24 Horas 2022, Aline Poloni, participou ativamente de todas as atividades e, em seu pronunciamento, destacou a importância de cada artista que se faz presente. "Para mim o Cultura 24 Horas pode ser comparado com aquela sensação que nos traz a Virada de Ano: momento em que renovamos as energias, que nos enchemos de ânimo para prosseguir, que nos motivamos a colocar em prática nossos projetos", colocou.

O anúncio da nova madrinha, para o ano de 2023, foi emocionante. Pega de surpresa, Roberta Bassani Federizzi foi anunciada por toda sua contribuição à cultura local como professora de artes e como escritora. Ela, que durante o evento lançou seu primeiro romance, Farfalla, e merecidamente recebeu dezenas de pessoas na sessão de autógrafos, deixou transparecer toda sua satisfação:

"Sentimento não tem como medir, a gente sente... e pronto! O que pode ser feito, minimamente, é agradecer por estar sentindo tão intensamente. Desejo muito colaborar com tudo que puder para que este evento incrível tenha maior reconhecimento, amplie o número de participantes e de artistas", disse ela.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Alvorada

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais