Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Nem a pandemia parou as voluntárias da Assistência Social do HCR

por Camila Agostini

Trabalho voluntário teve início formalmente em 1999

No setor de Assistência Social do Hospital Cristo Redentor as atividades não pararam. Um grupo de voluntárias segue com os trabalhos realizado em casa cumprindo a missão de dar esperança e um pouco mais de conforto às famílias e pacientes da casa de saúde. A coordenadora do setor, Adela Dolores A. De Conto, a Lely como é mais conhecida, passou a receber em sua casa, aventais e campos cirúrgicos, além de outros tecidos para concertos.  Ela conta que, em 15 dias, já consertou cerca de 100 peças.  “Tudo o que fazemos é por amor ao nosso próximo. Continuaremos trabalhando e rezando, para que Deus nos dê saúde e para que possamos continuar o nosso serviço. Que tudo isso passe logo”.

Assim como ela, outras mulheres de Marau fazem parte desta rede de solidariedade. Com acesso à máquina de costura em casa, também continuam a atividade voluntária:  Gema Lunelli, Jandira Pissolato, Mara Perin, Ibraina Lombardi e Lurdes Mistura.

“Em depoimento conjunto as senhoras destacaram sobre a importância em manter as atividades num momento tão delicado: “ Nós sabemos que o hospital precisa da nossa ajuda agora mais do que nunca. Somos um grupo muito maior de contribuidoras, mas neste momento, em menor grupo, concentramos as atividades de costura por termos a máquina em casa que nos permite continuar.  Acreditamos que em breve, poderemos retomar as costuras no ambiente de trabalho, podendo ajudar com ainda mais efetividade na área da saúde”, explicaram.

No Hospital Cristo Redentor, o trabalho voluntário iniciou formalmente em 1999. De lá para cá, as atividades voluntárias nunca cessaram. Centenas de pessoas em 20 anos passaram pela instituição prestando assistência de forma gratuita. Atividades diversas foram realizadas a campo, como palestras em escolas, ações de prevenção e orientação sobre doenças sexualmente transmissíveis, campanhas do agasalho, confecção e distribuição de roupas e enxovais para gestantes, distribuição de refeições, orientação e organização de calendário de vacinação, etc.

Atualmente, o Grupo de Voluntárias do HCR, vinculado ao setor de Assistência Social se dedica a costura e confecção de roupas, tipoias e uniformes.  Outras várias ações acontecem no anonimato.  Antes da pandemia passavam semanalmente pelos corredores do Hospital Cristo Redentor, grupos que buscavam trazer conforto aos pacientes internados, descontração e alegria à Unidade de Saúde Mental, apoio a familiares etc.

De acordo com Jaqueline Moreira, psicóloga clínica e organizacional do HCR, “o objetivo é que as ações de voluntariado retornem aos poucos na instituição: “Mesmo o grupo de voluntárias da costura seguirem com suas atividades no domicílio, várias outras atividades foram interrompidas a fim de garantir a segurança dos pacientes e respeitar o isolamento social. No entanto, as ações precisam ter continuidade. Pretendemos fazer isso levando em conta as medidas de segurança, mas assegurando a retomada gradativa do voluntariado”, explicou.

Grupo atual de voluntárias: Fazem parte do Grupo de Voluntárias do HCR, atualmente: Matilde Bertoncello, Diva Bortoluzzi, Jandira Pissolatto, Mara Perin, Iraci Dall Agnol, Celia Bordin, Gema Lunelli, Ernestina Pagnussat, Ibraina Lombardi, Lurdes Mistura, Neiva Bocardo,  Nelci Triches, Sônia Lunardi, Terezinha Falchembach, Tereza Falchemback, Ilda Moraes,  Ana Maria Catanio, Dilva Rosolen e Gentilia Betinelo. 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Alvorada

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais