Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Sandálias confeccionas por monges na França viram moda e reascendem a relação do acessório com a espiritualidade

Baixar Áudio por Beverli Rocha

Frade Capuchinho resgata a origem do uso da peça

Foto: Divulgação

Os monges beneditinos do mosteiro de La Gard, na França, já recebem muitos pedidos de suas populares sandálias artesanais. Desde a sua fundação em 2003, os irmãos desse mosteiro vêm desenvolvendo seus talentos como fabricantes de calçados. Levaram quase 20 anos para aperfeiçoar sua modesta sandália monástica, mas agora os frutos do trabalho foram colhidos e tornaram-se um frisson mundial, com pedidos chegando até do Japão. Porém, quem acha que a confecção das sandálias historicamente é Beneditina, se enganou. O acessório é muito antigo e caracterizado apenas como um calçado com sola e tiras que deixam o pé à mostra. O formato e o jeito de fazer é que marcam um estilo e uma época. As sandálias franciscanas são as mais conhecidas mundo a fora. Elas surgem no período da criação da Ordem dos Franciscanos e nascem como uma alternativa dada por São Francisco de Assis aos seguidores caminhantes para enfrentar às feridas que se formavam nos pés, mas que deviam ser simples para estar de acordo com a proposta de abnegação dos membros.

Aproveitando a retomada da confecção das sandálias na atualidade por uma ordem religiosa, o programa Temática desta terça-feira, ouviu o frei Lori Vergani sobre o simbolismo da peça.

Confira a entrevista na íntegra.

 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais