Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
18:00:00
Encontro Certo
19:00:00
 
 

“Está em fase de estudos”, alega secretário sobre entrada de Caxias do Sul na Região Metropolitana

Baixar Áudio por Rodrigo Fischer

Análise pretende visualizar quais os impactos da inclusão da cidade para o bolso dos caxienses

Foto: Rosângela Magalhães/Divulgação

A Região Metropolitana da Serra Gaúcha foi pauta na Câmara de Vereadores de Caxias do Sul durante a última semana. Isso porque os parlamentares Felipe Gremelmaier (MDB) e Gustavo Toigo (PDT) protocolocaram um projeto de lei para incluir a cidade na região.

Porém, a matéria deveria partir do Executivo, tanto que Gremelmaier enviou, em agosto, uma indicação para a Prefeitura caxiense com o intuito de alertar sobre a importância de integrar a Região Metropolitana.

Em contrapartida, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Emprego (Sdete), Emílio Andreazza, alega que o projeto está em fase de estudos. A maior preocupação estaria no impacto ao bolso do contribuinte com a entrada do município. Mesmo sem um cronograma de reuniões, o titular da pasta ainda se diz aberto ao diálogo com os vereadores proponentes da matéria e as entidades que desejam a inclusão da cidade na região.

“Estamos efetuando os estudos. Temos disposição ao diálogo com os vereadores que propuseram a matéria, pois nunca negamos uma conversa para temas que são relevantes à cidade. Também vamos falar com as entidades empresariais que querem a adesão de Caxias. Queremos fazer em um momento oportuno esse encontro, a fim de observar se vai impactar nos bolsos caxienses. Essa que é a nossa principal diretriz.”, ressalta.

O secretário explica que o objetivo do estudo é entender quais as responsabilidades da Prefeitura e do Governo do Estado. Ele compreende que a cidade seria a maior responsável pelo custeio de projetos por ser o polo da Serra Gaúcha, o que refletiria em grandes gastos e oneraria os cofres públicos.

“Entendemos que é parte de um debate das responsabilidades do [Governo do] Estado que pode ser transferida aos nossos contribuintes, além de não sabermos quais valores serão custeados para a estruturação da região. Caxias [do Sul] é a maior cidade desta região e, por certo, vai ter a maior responsabilidade, inclusive do custeio e das responsabilidades de infraestrutura. Sabemos que esse período de recessão impactou nos cofres da Prefeitura e no equilíbrio fiscal. Hoje não temos condições de arcar com mais responsabilidades, quaisquer valores que sejam com outros municípios da região.”, explica.

Em outubro, o secretário esteve reunido com a Secretaria Estadual de Articulação de Apoio aos Municípios (SAAM), responsável pelas ações de inclusão à Região Metropolitana. Conforme Andrezza, a conversa foi apenas  para tratar sobre o início do atual estudo realizado pelo Executivo, por isso ele não compreende qual a necessidade de um projeto de lei encaminhado pelos dois vereadores.

“Dialogamos com o secretário estadual a pedido do prefeito municipa [Daniel Guerra]. O que nos foi designado é que iniciássemos os estudos, por esse motivo não entendemos a necessidade de um projeto [de lei] tão rápido, sem discussão com a comunidade. Estamos com disposição para esse diálogo, pois é algo amplo.”, detalha.

Conforme o Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Caxias do Sul tem até o dia 31 de dezembro deste ano para aderir à Região Metropolitana da Serra Gaúcha. Entre os 14 municípios, a cidade caxiense é a única que falta um projeto de lei para inclusão.

(Ouça as entrevistas no "Ouvir notícia" abaixo da manchete).

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais