Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Presidente da Emater/RS avalia que fruticultura movimentou a agropecuária da Serra Gaúcha em 2019

Baixar Áudio por Rodrigo Fischer

Uva foi o produto destaque na região

Foto: Tua Rádio/Divulgação

O setor agropecuário foi destaque na economia do Rio Grande do Sul neste ano. Conforme dados da “Radiografia Agropecuária Gaúcha 2019”, a área movimentou R$ 179 bilhões no Estado, o que corresponde a 40% do Produto Interno Bruto (PIB) gaúcho. O principal item foi a soja que arrecadou cerca de R$ 30 bilhões. O resultado positivo foi comemorado pelo presidente da Emater/RS, Geraldo Sandri.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, ele avalia que a ausência de secas nos últimos anos contribuiu para que os produtores rurais se organizassem em suas propriedades e capitalizassem recursos com o setor. O mais recente registro do fenômeno foi em 2012. Dessa forma, os números apresentam que a agropecuária é um meio de escape para a crise estadual e nacional.

Na Região da Serra Gaúcha, a Emater/RS atende 49 cidades, por meio da assistência técnica e extensão rural. Neste ano, 22 mil famílias receberam capacitações na área, entre cursos e palestras. Com isso, o destaque mais uma vez vai para a fruticultura, com enfoque na uva. Em 2019, a região ajudou na produção de 614 mil toneladas da fruta no Estado, movimentando mais de R$ 3 bilhões. Segundo Sandri, produtos como maçã, caqui, pêssego e ameixa também foram bastante fornecidos pela região. Ele ainda destaca a bacia leiteira serrana.

A produção de leite no Estado chegou a quatro bilhões de litros, o que torna o Rio Grande do Sul o segundo maior fabricante no Brasil. Junto com o cultivo da uva, Sandri visualiza que os dois setores necessitam de mais profissionalização, uma vez que com o acordo entre Mercosul e União Europeia foi aberto um grande mercado de exportação. Aliado a isso, sistemas tecnológicos vem sendo usados para a manufatura desses produtos. Ele vê que as famílias rurais necessitam de mais capacitações para lidar com os novos recursos.

Para 2020, Sandri projeta que será o ano da agropecuária. No Estado, ele comenta que os grãos e o milho ganharão força nas exportações, além de observar o crescimento na criação de bovinos, aves e suínos. Segundo ele, seguirá o que ocorreu neste ano, com a soja como o principal produto e o Estado conhecido pela fabricação diversificada de itens agropecuários.

(Ouça a entrevista no “Ouvir Notícia” abaixo do título da matéria).

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais