Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
08:50:00
A Palavra da Diocese
09:00:00
 
 

Estreia do documentário “Nem Eu Sei Tudo” destaca a importância da cultura hip hop na Serra Gaúcha

por Isadora Helena Martins

Produção registra dez anos da Nest Panos e da Battle In The Cypher realizada em Bento Gonçalves e em outras cidades do Brasil e Mercosul. Estréia ocorre nesta quinta, às 21h.

Foto: Divulgação / Fernanda Turchetto

Estreia do documentário “Nem Eu Sei Tudo” destaca a importância da cultura hip hop na Serra Gaúcha
Produção registra dez anos da Nest Panos e da Battle In The Cypher realizada em Bento Gonçalves e em outras cidades do Brasil e Mercosul
O documentário “Nem Eu Sei Tudo”, que estreia nesta quinta-feira, às 21h, pelas plataformas digitais, mostra uma década fundamental paras a cultura urbana de Bento Gonçalves e da Serra Gaúcha. 
Previsto inicialmente para ser um lançamento presencial, esta foi a solução para mostrar o trabalho ao público por causa do momento de isolamento social devido à pandemia da Covid 19. 
O trabalho registra o contexto dos dez anos da trajetória da Battle In The Cypher, BITC, encontro focado na Cultura Hip Hop organizado pelos b.boys William Sarate Ballestrin e Pedro Ramon Festa. Eles são os produtores do documentário ao lado Diego Gheno, da Ancora Produções, de Bento Gonçalves. A edição de fotografia é de Fernanda Turchetto. 
O documentário de 51 minutos mostra os encontros dos quatro elementos da cultura hip hop, com cenas de batalhas de b.boys e b.girls as festas lideradas por MCs, os graffitis multicoloridos dos muros das cidades. Tudo sob a trilha do rap, rimando arte com cidadania, entretenimento e formação cultural.
O b.boy Willian Sarate Ballestrin e o produtor Lucas Souza, da Ancora Produções, falaram sobre a produção no programa Café & Cultura. 
“A Nest e a Battle são coisas interligadas que, no documentário, as pessoas verão coisas em que a gente acredita e propaga. O mais interessante do documentário é trazer pessoas diferentes da sociedade para conhecer a cultura hip hop e alguns princípios que são importantes para a sociedade”, disse William Sarate Ballestrin.
Projeto feito com recursos do Fundo Municipal de Cultura de Bento Gonçalves, o filme tem cenas de batalhas, shows, festas e grafitagens, o doc também conta com a participação da banda Da Guedes, da Back Spin Crew, do MC Miliano, dos rappers Marcelo Gugu, PMC, Síntese e Nego Max, do b.boy Onnurb e do grafiteiro Wagner Wagz, dentre outros.
“A ideia do documentário surgiu de uma conversa despretensiosa. Nós da Ancora temos mais de cinco anos de atuação mais na área comercial e tínhamos vontade de produzir algo mais cultural. O resultado ficou bacana. Tínhamos mais de cem horas de material para a edição. Creio que temos uma interpretação da cultura hip hop da forma mais fiel possível”, afirmou Lucas Souza.
O trailer oficial, teaseres e o documentário podem ser conferidos no site www.nemeuseitudo.com.br. 
Confira a íntegra da entrevista AQUI.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais