Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

DNIT monitora a emissão de poluentes nas obras da BR-285/RS/SC

por João Pedro Minella

A geração de poeira decorrente das atividades construtivas também é monitorada para garantir a qualidade do ar no empreendimento.

Foto: Divulgação

A emissão de poluentes atmosféricos e os seus possíveis impactos são aspectos monitorados pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) nas obras de implantação e pavimentação da BR-285/RS/SC, em Timbé do Sul (SC). A medida, prevista no licenciamento ambiental do empreendimento, visa adequar as atividades aos padrões estabelecidos pela legislação vigente, evitando eventuais prejuízos ao meio ambiente e à saúde da população e dos colaboradores.

O controle tem como objetivo atender ao preconizado na Resolução do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama) nº 03, de junho de 1990, que fixou os padrões de qualidade do ar como metas a serem atingidas em todo o território nacional; bem como a NBR 6016 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Para isso, a Gestora Ambiental realiza campanhas regulares para verificar a emissão de poluentes resultantes da queima de combustíveis de veículos e máquinas nas obras. A equipe utiliza a escala de Ringelmann reduzida, uma graduação gráfica para determinar a densidade de fumaça, constituída de cinco padrões com variações uniformes de tonalidade entre o branco e o preto.

Na ocasião da inspeção os dados são registrados em planilhas contendo ainda outras informações, como data, local e hora do monitoramento; altitude; tipo de veículo ou máquina; registro fotográfico e observações gerais sobre a atividade em execução. Como medida mitigadora é indicada a manutenção periódica da frota para eliminar problemas mecânicos e operacionais. Foram realizadas, somente no período de junho a novembro de 2020, 126 inspeções nos equipamentos e veículos do Consórcio Construtor, sendo que todas estavam em conformidade com o previsto nas normas.

Além disso, a geração de poeira decorrente das atividades construtivas também é monitorada para garantir a qualidade do ar no empreendimento. Para minimizar o impacto são recomendadas medidas como a umidificação do terreno com caminhão-pipa, o controle da velocidade dos veículos, o uso de lona nos caminhões e de coletor de pó na perfuratriz (equipamento de perfuração do solo).

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Fátima

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais