Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Ministério da Saúde enviará lote de Coronavac para zerar segundas doses atrasadas

por Rudimar Galvan

São mais de 188 mil doses que devem ser enviadas ao Estado

Conforme dados da Secretaria da Saúde, 179.330 pessoas já poderiam ter tomado a D2 da Coronavac no RS
Foto: Divulgação/Mauro Nascimento / Palácio Piratini / Arquivo

O Ministério da Saúde irá enviar ao RS, nos próximos dias, remessa de 188.800 doses da Coronavac para imunizar todas as pessoas que receberam a primeira dose dessa vacina e que ainda aguardam a segunda aplicação. Cálculos atualizados pela Secretaria da Saúde (SES) mostram que 179.330 pessoas já poderiam ter tomado a dose dois da Coronavac no Estado.

“A pedido do ministério, informamos esse número na sexta-feira, 14/05, e, no dia seguinte, recebemos o informe de que será enviado quantitativo suficiente para que todas as pessoas que tomaram Coronavac no Estado recebam a D2”, diz Tani Ranieri, chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs).

“Essa notícia representa um alívio muito grande. É um direito do cidadão completar o seu esquema vacinal e precisamos acelerar a imunização para vencermos essa pandemia”, afirma a secretária da Saúde, Arita Bergmann. No mesmo documento em que anuncia as 188.800 doses da Coronavac, o Ministério da Saúde informa que irá enviar, provavelmente no mesmo dia, mais 269.100 doses da Astrazeneca e 39.780 doses da Pfizer. A SES aguarda a confirmação da data do envio dos imunizantes.

Em relação à segunda dose da Astrazeneca, foram distribuídas doses suficientes para completar o esquema vacinal de todos os imunizados com a primeira dose desse fabricante que estariam em tempo de tomar a D2. Além disso, há estoque no RS para D2 de todos os que precisam completar o esquema vacinal até, pelo menos, a metade de julho.

Texto: Ascom SES

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cacique

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais