Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Mapa preliminar mantém região de Passo Fundo em bandeira vermelha

por Ricardo Silva
Foto: Divulgação

Das 20 regiões do Distanciamento Controlado, 12 foram classificadas com risco epidemiológico alto (bandeira vermelha) e as outras oito com risco médio (laranja) no mapa preliminar da 13ª rodada, divulgado nesta sexta-feira (31/7). Como ainda existem 36 horas para municípios e associações apresentarem pedidos de reconsideração, as bandeiras definitivas serão divulgadas na segunda-feira (3/8).

As regiões de Novo Hamburgo; Canoas; Porto Alegre; Taquara; Palmeira das Missões; Passo Fundo e Caxias do Sul se mantiveram em bandeira vermleha. Já as regiões de Bagé; Lajeado; Pelotas; Santa Rosa e Santo Ângelo estavam com a bandeira laranja e passaram para a vermelha.

Restaram em bandeira laranja as regiões de Cachoeira do Sul; Cruz Alta; Erechim; Ijuí; Santa Maria; Santa Cruz do Sul; Uruguaiana e Capão da Canoa.

Passo Fundo

Na reião de Passo Fundo, da qual Lagoa Vermleha faz parte o quadro se agravou. A região atingiu 106 registros de hospitalizações Covid-19 na última semana - aumento expressivo de 61% em relação à semana anterior, quando foram 66 registros. Porém, para os internados em leitos de UTI por Covid-19 a situação apresentou redução, passando de 42 para 37 pacientes. Para pacientes internados em leitos de UTI por SRAG no último dia, a situação também foi de redução, passando de 57 pacientes para 54. No caso do número de internados em leitos clínicos Covid no último dia, o aumento foi de 22,7%, passando de 66 para 81 pacientes. Também se verifica a redução do número de leitos de UTI livres, com 2 unidades a menos que na semana anterior (agora com 22 leitos), contribuindo com a piora do indicador de Mudança na Capacidade de Atendimento da macrorregião Norte. Passo Fundo e municípios próximos somaram 622 casos ativos na última semana frente a 1.569 casos recuperados nos 50 dias antes do início da semana, colocando a região em bandeira laranja nesse indicador. Aliado a isso, no quesito de projeção de óbitos a região apresentou bandeira vermelha, uma vez que os 23 óbitos apresentados ao longo da semana, quando projetadas, apontam o valor de 2,59. 

Nova metodologia 

O governo do Estado decidiu incluir, já nesta rodada, ajustes na linha de corte em sete indicadores do modelo, o que impactou na média final de classificação das regiões. Confira.

Além disso, já foi considerado no cálculo o ajuste anunciado na quinta-feira (30/7), passando a considerar o saldo do número de pacientes recebidos de outras macrorregiões (importados) e os transferidos para fora.

Regra 0-0

Pelo menos 170 municípios que ficaram classificados com banira vermelha podem adotar protocolos de bandeira laranja, porque cumprem os critérios da Regra 0-0, ou seja, não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias, desde que a prefeitura crie um regulamento local. 

Na região de Lagoa Vermleha, poderão adotar o protocolo laranja os municípios de Caseiros, André da Rocha, Barracão, Muliterno, Paim Filho, Santa Cecília do Sul, São José do Ouro e Tupanci do Sul. Acesse a lista completa.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cacique

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais