Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Coordenadora da 7ª CRE diz que escolas oferecem condições para o retorno presencial das aulas

Baixar Áudio por Ricardo Silva

Recentemente, vereadores cobraram melhorias na estrutura física de duas escolas de Lagoa Vermelha

Foto: Divulgação

A coordenadora da Sétima Coordenadoria Regional de Educação (7ª CRE), Carine Weber se manifestou sobre as condições das escolas estaduais situadas em Lagoa Vermelha, e disse que elas oferecem condições para o retorno presencial das atividades:

“Nesse momento, nós não temos em Lagoa, escolas sem condições totais de retorno [às aulas presenciais], nenhuma. Nós temos sim uma obra em uma das escolas que está aguardo liberação de recursos, mas que não causa interdição de espaços. É uma obra que vai ocorrer nos próximos dias. ”

Na última sexta-feira, dia 10 de abril, o vereador Valdir de Biasi Pomatti (PTB) cobrou celeridade na conclusão das obras de reforma da escola Francisco Argenta (Polivalente) que estaria sem a forração do teto em algumas salas. Ele também solicitou melhorias na estrutura do colégio Dr Araby Augusto Nacul e disse que viajaria a Porto Alegre para tratar do tema com o governo.

Carine confirmou que algumas salas de aula ainda estão sem forro e “que estão aguardando um aditivo de contrato de obra pública, para que [a obra] seja concluída”, mas que “essas salas, nessa escola, não serão utilizadas nesse momento”.

A coordenadora disse que as conclusões dessas obras estão nos planos da nova secretária de Educação do Estado, Raquel Teixeira: “A gente tem, agora, uma nova secretária de Estado da Educação muito preocupada com toda questão das obras que ainda não estão rodando, e estamos trabalhando para que tenhamos mais agilidade e rapidez. ”

Ainda assim, o retorno às salas depende da troca de bandeiras, no modelo do Distanciamento Controlado. Enquanto a bandeira estiver preta, não há aulas presenciais nas escolas.

Ontem, pela sétima semana consecutiva, todo o Estado foi classificado com a bandeira preta. De acordo com Carine, mesmo que seja anunciada bandeira vermelha, na próxima semana, o retorno dos estudantes não será imediato:

“Se no dia 15/04 a bandeira mudar, não é no dia 16 que as crianças retornam [para as escolas]. No dia 16, a gente começa a chamar nossos colgas professores para a escola [...] então, esse cronograma, quando a bandeira for modifica e a gente puder fazer esse retorno, será divulgado amplamente [...] para orientar as famílias em como fazer esse movimento de retomada das aulas presenciais”, disse. Ouça a entrevista e saiba mais.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cacique

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais