Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Igor Bilinski lança primeira gravação solo nos streamings

Baixar Áudio por João Pedro Varal Tartari

Previsão é que o lançamento chegue às plataformas pela metade de abril

Foto: Reprodução/Rodrigo Alves

Após lançar o clipe de “Insuportável” no YouTube, o músico marauense Igor Bilinski tem novidades chegando para a faixa. Ao Página Rosa, ele confirmou que o single deve ser lançado em outras plataformas. A previsão de estreia é para a metade do mês de abril, em meados do dia 15/04. 

“Dez dias vai demorar para ela aparecer lá nas plataformas digitais, tudo certinho”, explica Igor. “Está disponível só o clipe. Essa semana, o pessoal da produção (porque tem que ter toda uma preparação) vai botar ela em todas as plataformas digitais.” 

“Insuportável” estreou no domingo passado, 31/03, mas com cronograma de lançamento já aberto. “Agora, já começa uma agenda de shows, já estamos começando a fechar esse ano aí, já, graças a Deus. Já estou começando a programar com a banda.” 

Do romance à pisadinha 

O sertanejo tem raízes na cultura do caipira, trazendo como marca predominante o som da viola. O gênero tem diversas fases, mas a mais importante para entender “Insuportável” é a Era Romântica – o momento marcou uma transição dos temas mais relacionados à vida no campo para os assuntos ligados ao amor. 

Essa era a proposta inicial da composição. “Ela era uma música romântica e, entrando com a produção no estúdio, a gente estava escutando ela: ‘que vocês acham de a gente fazer um piseiro da música? De a gente gravar ela em piseiro, mais agitada?’ E, aí, deu a liga.” 

O piseiro é uma variação da pisadinha surgida na Bahia na década de 2010. Ele tem influências do arrocha, do brega e do forró, além de batidas mais rápidas e uso de sintetizadores, diferente da proposta inicial para a faixa.  

A música veio do compositor de Santa Cruz do Sul, Pábulo Dias, que já escreveu a música “Litro de Rum” de Leo Santana. “Ele me apresentou a música, eu comprei ela com todos os direitos autorais, toda certinha para a gente poder gravar ela, para a gente soltar nas rádios, soltar nas mídias sociais também”, lembra Igor. 

(Não é) Uma dupla 

O clipe conta com a direção de Rodrigo Alves, com quem Igor já atuou no projeto conjunto “Isso Não é uma Dupla” no final de 2023. O diretor também foi o responsável por incentivar a produção. 

“A gente está direto fazendo umas resenhas aqui na minha casa e na casa dele também, escrevendo várias composições”, conta Igor. “Já era um sonho meu de fazer a minha banda e de tocar eventos maiores. Já era um sonho meu. E o Rodrigo, ele foi um cara que fez com que eu sonhasse e tirasse do papel tudo isso aí.” 

“Foi ideia dele também de gravar”, lembra o músico. “A gente começou, primeiro, com as músicas lá que são nossas mesmo, e, aí, ele disse: ‘vamos fazer, agora, o teu trabalho, a gente grava o clipe’. E foi, assim, de um dia para o outro a gente gravou, a gente convidou toda a galera.” 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Alvorada

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais