Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

Câmara Setorial da Erva-Mate prepara as comemorações do Dia do Chimarrão

Baixar Áudio por Ana Lúcia Jacomini

Data é comemorada no dia 24 de abril

Imagem Ilustrativa
Foto: Reprodução/Canva

A comemoração do Dia do Chimarrão, na quarta-feira, 24/04, deve ser bem intensa neste ano. É o que esperam os integrantes da Câmara Setorial da Erva-Mate, que esteve reunida há poucos dias. A data foi instituída através da lei 11.929, de 20/06/2003, e define o chimarrão como bebida símbolo do Rio Grande do Sul e o churrasco à gaúcha como prato típico. A lei também estabelece, por exemplo, a realização de uma “Mateada da Integração Gaúcha” junto à Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.

De acordo com o presidente do Instituto Brasileiro da Erva-Mate (Ibramate), Alberto Tomelero, a ideia é fazer diversas comemorações pelo estado com palestras nas escolas, especialmente nos cinco polos ervateiros gaúchos, que contam com 206 municípios. Os polos estão identificados por Missões/Celeiro, com sede em Palmeira das Missões; Alto Uruguai, sede em Erechim; Nordeste Gaúcho, em Machadinho; Alto Taquari, com sede em Ilópolis e Região dos Vales, com sede em Venâncio Aires.

Os objetivos da configuração dos polos são de obter uma melhor organização e planejamento estratégico das ações, para viabilizar eficiência na gestão do setor, posicionar e melhor caracterizar as grandes regiões produtoras do Rio Grande do Sul. Tomelero destaca que além do chimarrão, a partir da erva-mate também se produz o tererê, o chá-mate, diversos cosméticos, entre outros.

Tomelero também falou sobre a Festa da Colheita da Erva-Mate, que está no Calendário Oficial de Eventos do Rio Grande do Sul que, segundo a lei, deve ser realizada de forma itinerante nos cinco polos regionais ervateiros, na última semana do mês de maio. A data e o local do evento devem ser divulgados nos próximos dias.

Ainda na reunião da Câmara Setorial da Erva Mate, o assessor jurídico do Sindicato da Indústria do Mate do Estado no Rio Grande do Sul (Sindimate), Jorge Birck, fez um relato sobre a inclusão da erva-mate na cesta básica de alimentos do governo federal, no âmbito da Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional e da Política Nacional de Abastecimento Alimentar. Também foi definido, no encontro, a participação do setor na COP 30, que será realizada no ano que vem, em Belém do Pará.

Outros assuntos que vem sendo discutidos pelo segmento são a situação do Fundomate, das chamadas públicas e a possibilidade de alterações nas regras do Fundo, a discussão de uma proposta de Plano Estratégico para o Mate Gaúcho, que envolva diversas secretarias e entidades ligadas ao setor e a criação de uma Federação Sul-Americana para estimular a produção e o consumo de erva-mate, formada pelos três países produtores: Paraguai, Argentina e Brasil.

 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Alvorada

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais